Após acusações, governadora de SC nega ideias neonazistas: ‘Sou amiga de Israel e dos judeus’

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Daniela Reinehr (sem partido) assume como nova governadora de Santa Catarina (Foto: Divulgação/Secom)
Daniela Reinehr (sem partido) assume como nova governadora de Santa Catarina (Foto: Divulgação/Secom)

A governador de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido) garantiu que não compactua com ideologias neonazistas. A declaração foi feita em nota oficial divulgada nesta quinta-feira, 29.

“Antes de mais nada, é preciso declarar que sou contrária ao nazismo, assim como sou contrária a qualquer regime, sistema, conduta ou posicionalmente que vá contra os direitos individuais, garantiras de segurança ou contra a vida das pessoas”, declarou.

A nota oficial foi divulgada após uma coletiva de imprensa em que a governadora foi questionada por jornalistas se concorda com ideias neonazistas e negacionistas sobre o Holocausto, genocídio que deixou 6 milhões de judeus mortos, além de exterminar outras minorias. Na ocasião, Daniela não respondeu às perguntas relacionadas ao assunto.

Leia também

Daniela Reinehr disse que achou ter sido clara, “independente das palavras usadas”. Para ela, as acusações de ligação com ideologias neonazistas são injustas.

“Sou amiga de Israel e dos judeus, e qualquer ilação contrária não corresponde com a verdade”, finalizou Daniela na nota.