Após acusação de agressão, Victor Chaves contrata empresa para apagar notícias negativas da web, diz colunista

A denúncia de agressão à mulher causou prejuízos à carreira de Victor Chaves (Reprodução/ Instagram/ @pritessafotografia)

Depois de ser acusado pela mulher, Poliana Bagatini, de tê-la agredido no final de fevereiro, Victor Chaves perdeu contratos publicitários, foi retirado do time de jurados do programa ‘The Voice Kids’, da Rede Globo, teve alguns show cancelados, e ficou com o nome sujo perante os fãs da dupla Victor & Leo. Além de negar as acusações, o cantor contratou uma empresa americana que presta serviços de ‘gerenciamento de reputação online’ para tentar contornar a situação, segundo o colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”.

Um produtor musical brasileiro que trabalha nos Estados Unidos teria feito entre Victor Chaves e a empresa Y-BUS, que tem entre seus serviços esconder na internet quaisquer informações negativas sobre os clientes, incluindo fotos e vídeos comprometedores.

Leia mais:
Ludmilla surge com look exótico e é criticada na web
Taís Araújo desabafa sobre ataques racistas: ‘Só nascendo preto para entender’

Responsável pelo site reputationbrazil.com, a Y-BUS começou a operar no Brasil apenas há alguns meses e é proibida por contrato de citar quaisquer clientes. O colunista Leo Dias entrou em contato com o CEO da empresa, o brasileiro Fernando Azevedo, porém ele não confirmou e nem negou a informação sobre Victor Chaves.