Após 42 anos, Pink Floyd pode alcançar feito inédito com música de apoio à Ucrânia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
David Gilmour e Roger Waters em show do Pink Floyd, em 1980
David Gilmour e Roger Waters em show do Pink Floyd, em 1980. Foto: Pete Still/Redferns

Resumo da notícia:

  • Pink Floyd pode bater feito inédito com música pela Ucrânia após 42 anos

  • Banda deve estrear no Top 20 da Billboard pela primeira vez em muito tempo

  • Faixa apresenta vocais de Andriy Khlyvnyuk, da banda ucraniana Boombox

Pink Floyd pode alcançar o Top 20 da Billboard pela primeira vez em 42 anos com o lançamento de "Hey, Hey Rise Up!". A faixa beneficente busca arrecadar dinheiro para os ucranianos impactados pela invasão da Rússia.

Com vocais de Andriy Khlyvnyuk, da banda ucraniana Boombox, a nova canção pode emplacar a banda britânica entre as 20 canções mais ouvidas do famoso ranking, o que marcaria o primeiro hit do grupo a alcançar o topo das paradas em mais de quatro décadas.

A última vez que o Pink Floyd atingiu algo perto disso foi com o álbum "TheDivision Bell", de 1994, que entrou na 26ª posição com a faixa “High Hopes/Keep Talking”.

Já "Hey, Hey Rise Up!" atingiu a posição 49 com o lançamento digital e, após as vendas de cópias físicas, chegou ao 18º lugar na pesquisa First Look, que classifica os singles conforme as vendas e atividade de streaming na primeira semana das paradas.

Caso a faixa continue a render audiência, Pink Floyd terá sua primeira aparição no Top 20 da Billboard desde que “Brick In The Wall” foi topo das paradas no ano de 1979, o que configurou seu único número 1 no Reino Unido.

Roger Waters se diz "muito mais importante" que The Weeknd e Drake

Roger Waters se sentiu ignorado pela mídia durante sua passagem pelo Canadá com a turnê "This Is Not a Drill", no início desse mês, em meio a shows de The Weeknd e Drake na mesma época e se declarou "muito mais importante" do que os dois artistas.

De acordo com o Consequence of Sound, nenhum jornal canadense cobriu os shows do criador do Pink Floyd, realizado entre 8 e 9 de julho, em Toronto, e Waters questionou Brad Wheeler, repórter do The Globe and Mail, sobre a falta de atenção para o seu trabalho.

O jornalista explicou que o cantor The Weeknd se apresentou na mesma noite e que foi ordenado a cobrir esse show "maior", de alguém mais popular atualmente. Clique aqui para saber tudo o que o rockeiro disse.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos