Apoiadores de Bolsonaro acusam Joice de formar esquema de contas falsas em redes sociais

Joice Hasselmann é acusada de pedir criação de perfis falsos. (Foto: Agência Brasil)

Após denunciar esquema de disparos de fake news entre aliados do presidente Jair Bolsonaro, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) virou novamente alvo das redes sociais bolsonaristas, Na manhã desta terça-feira (28), vazou um áudio em que a parlamentar pede a ajuda de um interlocutor desconhecido para a criação de perfis nas redes sociais.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Fazendo um paralelo com o "gabinete do ódio", como foi chamado o esquema bolsonarista, os aliados passaram a chamar de "gabinete da Peppa", em uma referência a um apelido de mau gosto dado a deputada pelo vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), apontado como coordenador do esquema.

Leia também

Ex-aliada do presidente Jair Bolsonaro, a deputada diz na gravação: “Acabei de chegar em São Paulo, cheguei há pouco para algumas entrevistas, mas podia falar com a turma aí para fazer vários perfis e entrar de sola no Twitter especialmente, Instagram, porque eles estão botando todas as milícias lá e os robôs em cima de mim”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O áudio já havia sido citado pelo presidente em conversa com apoiadores e a imprensa na segunda-feira (27). Em uma de suas declarações em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que tinha um áudio em que uma deputada pedia a criação de “perfis falsos” na internet.

“Se eu tivesse um áudio de uma deputada muito conhecida aí, de ela passando para uma pessoa e falando o seguinte: `Cria mais uns perfis falsos aí para atacar fulano de tal’. Você acha que ia pegar mal para essa deputada? Essa deputada está muito ativa na CPMI. Ela está acusando os outros do que ela faz. E ela não é de esquerda, não. É de falsa direita. Essas questões…eu estou evitando há mais de um mês que esse áudio chegue a conhecimento público. Vai pegar mal para ela”, afirmou.

Nesta terça, um dia depois de Hasselmann apresentar na Câmara pedido de impeachment do presidente, o áudio foi divulgado pelos bolsonaristas.

Ela reconheceu que o áudio é dela própria. Porém, enfatizou que, ao contrário de ter pedido a criação de perfis falsos, fake news ou robôs, solicitou aos apoiadores a criação de contas “para ajudar” a defendê-la “dos ataques da milícia digital que habita o governo”. Ela disse ainda que os perfis não seriam para atacar ninguém, apenas para defendê-la.

A parlamentar chegou a fazer piadas sobre o assunto nas redes sociais.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.