Aplicativo alerta passageiro sobre lotação de transporte em SP

FERNANDO DAMASCENO
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um aplicativo para telefone celular desenvolvido pelo grupo de pesquisa Rede Mobilidade Periferias, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), alerta usuários em tempo real sobre ônibus e trens lotados na cidade de São Paulo. Batizado de Sufoco, a ferramenta está disponível desde novembro para celulares com sistema operacional Android. Ainda não há versão para iOS. A ideia de desenvolver um aplicativo com essa finalidade surgiu durante a pandemia do novo coronavírus, mas a preocupação com a lotação no transporte público de São Paulo há anos acompanha o professor Ricardo Barbosa da Silva, coordenador do projeto. "Vivencio muito essa realidade, pois uso transporte coletivo na periferia. É fruto da minha experiência na cidade", afirma. "Estudei isso no meu doutorado, com foco em mobilidade urbana. Essa situação se agrava muito com a pandemia, pois o que era só um constrangimento se tornou uma vulnerabilidade", disse. O projeto avaliou também problemas de acesso à internet dos usuários. "Tivemos que pensar em todas as dificuldades. Por exemplo, se o usuário está sem conexão no metrô, o dado que ele insere fica salvo até que ele tenha internet de volta", afirmou. "A quantidade simultânea de usuários também exigiu atenção da nossa parte", complementou. Segundo a equipe que desenvolveu o Sufoco, o aplicativo permite que passageiros enviem alertas de lotação em tempo real dentro dos transportes coletivos. Cada ponto reportado no mapa tem informações como a linha de transporte, dia, horário e condição de lotação. Esses alertas, inseridos no mapa digital do aplicativo, permitem acesso a informações sobre linhas mais lotadas e a formação de uma rede colaborativa. O professor vê no aplicativo potencial para auxiliar no aprimoramento do serviço oferecido à população. "Queremos contribuir para o poder público, no sentido de ajudar nas tomadas de decisões. Nossa intenção é produzir informações e relatórios para a sociedade em geral", disse o pesquisador da Unifesp. Para a diarista Edilene Melo, que mora em Mauá (ABC) e trabalha na avenida Paulista (região central da cidade de São Paulo), é importante que esse tipo de ferramenta se popularize. "Eu vejo de perto o quanto o transporte público está piorando durante a pandemia. Em alguns horários, a aglomeração é muito grande", afirmou ela. O historiador Adriano Sousa, morador de São Mateus (zona leste), também tem usado o aplicativo para evitar ônibus cheios. "Em tempos normais, já seria necessário para o conforto. Em um momento de pandemia é mais essencial ainda", afirmou. * Saiba como usar o Sufoco - Baixe o aplicativo em seu celular pelo Google Play - Depois de instalado, use a tela inicial para localizar alertas feitos por outros usuários. Basta clicar sobre o mapa e verificar o nível de lotação. -Caso queira criar um alerta do ônibus, metrô ou trem da CPTM no qual você se encontra, basta clicar em REPORTAR e preencher as informações solicitadas pelo aplicativo