Aparelhos removedores de cravos funcionam? Especialista explica riscos

Não é difícil encontrar pela internet diversos métodos e truques que prometem remover os cravos. E não é por menos, já que os pontinhos pretos e brancos que “pipocam” pelo corpo são um dos grandes incômodos de quem busca cuidar da pele.

Uma tendência que está se popularizando no mercado são os aparelhos removedores de cravos, que prometem a extração segura e, em alguns modelos, até reduzir a oleosidade da pele. Mas será que os acessórios realmente funcionam?

Como funcionam os removedores de cravos?

O utensílio, como o próprio nome já indica, realiza a extração dos cravos da pele. A remoção ocorre por meio de um bico de silicone, grande diferencial do acessório, que suga os cravos e as espinhas. O sugador se destaca por não ser tão agressivo à pele, como outras técnicas que utilizam agulhas e pinças.

Antes do uso, é recomendado lavar o rosto com um sabonete facial e aplicar um algodão embebido em água morna nas áreas com mais cravos para abrir os poros e facilitar a extração. Depois, é só posicionar o equipamento nos locais que deseja realizar a limpeza.

Para o que serve cada bocal?

Os aparelhos vêm acompanhados de diferentes tipos de bocais, que garantem outras funções além da extração dos cravos. Entenda a função de cada um deles:

Bocal menor: remoção de cravos pretos e nos cantos do nariz;

Bocal maior: remoção de cravos e espinhas de maneira geral;

Bocal oval: tonificar a pele;

Bocal de diamante: esfoliação.

...

Veja mais


Veja também

Skin cycling: como funciona o rodízio de ativos na pele e por que você deveria testar
5 misturas que NUNCA devem ser feitas na rotina de cuidados com a pele
Skincare com cafeína: entenda os benefícios da nova tendência de beleza
Adesivo para secar espinha: como usar curativo hidrocoloide?
Aparelhos removedores de cravos funcionam? Especialista explica riscos