Apaixonado por trans em novela, Pedro Carvalho acredita em quebra de tabu: 'Missão de educar'

Fotos: João Miguel Júnior/Globo

Não é só a história de Maria da Paz (Juliana Paes) que está chamando a atenção de quem acompanha ‘A Dona do Pedaço’. Abel, personagem de Pedro Carvalho, também tem conquistado o público com suas cenas engraçadas, mas repletas de mensagens importantes e quebras de tabus.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Apaixonado por Britney (Glamour Garcia), a contadora transexual da trama, o português ainda não sacou que a amada nasceu no corpo de um homem. Enquanto isso, seguimos imaginando a treta quando essa verdade vier à tona. Afinal, Abel já se mostrou um homem conservador, machista e preconceituoso.

Leia também

“Ele é o retrato de uma pessoa com pouco conhecimento. O medo do desconhecido e a falta de informação levam ao preconceito”, avalia Pedro Carvalho, que acredita na redenção do personagem e torce para que essa história mude a visão de várias pessoas que acompanham a novela e pensam como o confeiteiro.

Foto: João Miguel Júnior/Globo

“O que importa é o amor e a mensagem é essa. Tudo pode ser revertido e mudado sempre. As pessoas vão ver uma evolução no Abel e entender que é possível mudar a maneira de pensar, a perspectiva. Espero que a sociedade caminhe para isso e as próximas gerações já entendam que o que importa é o amor”, afirma ele.

Essa não é a primeira vez que Pedro Carvalho é escolhido para interpretar um personagem com a missão de discutir temas polêmicos na telinha. Em ‘O Outro Lado do Paraíso’, que também foi escrita por Walcyr Carrasco, o ator interpretou um rapaz que ao ficar cego encontra o verdadeiro amor em Estela, personagem interpretada por Juliana Caldas, atriz com nanismo.

Foto: João Miguel Júnior/Globo

“Fico feliz por essas oportunidades. Acho importante falar desses assuntos na TV aberta, no horário nobre, na emissora de maior audiência do país. Nossa missão, falo isso com toda humildade, é educar as pessoas. E pela ficção se conta muitas histórias que mexem com o público”, diz o artista.

Ainda segundo ele, Walcyr Carrasco é feliz ao abordar temas como bullying, transfobia e preconceito (no geral) com personagens leves, que circulam pela comédia e passam verdade em seus diálogos.

“Se a história desses personagens mudar a cabeça de uma ou duas pessoas que sejam preconceituosas, já fico muito feliz”, diz Pedro, que não enxerga espaço para o ódio no momento em que vivemos. “A gente tem que caminhar para uma sociedade em que a aceitação seja algo normal e as preocupações sejam todas, menos essa. Respiramos o mesmo ar. Isso é o que importa”, acrescenta o artista.

‘O principal ingrediente é o amor’

Foto: João Miguel Júnior/Globo

Abel (Pedro Carvalho) é o principal confeiteiro da fábrica de bolos da Maria da Paz, mas vive levando broncas da patroa. Desligado, o português costuma errar as receitas. Ainda assim, os bolos fazem sucesso com os clientes da novela. “Acho que essa característica reforça que o principal ingrediente é o amor”, opina Pedro.

Embora não tenha proximidade com a confeitaria, o artista conta que se arrisca na cozinha e já produziu até um livro de gastronomia, chamado ‘Sopa para a Síria’, lançado em Portugal. A obra conta com receitas de chefs renomados, incluindo os jurados do programa ‘Masterchef’.

“Cada um fez uma receita de sopa e junto com as receitas saíram fotos da Síria tiradas por uma fotógrafa que acompanhou a guerra. 80% das vendas foram revertidas para os refugiados da Síria.Foi uma maneira que encontramos de ajudar”, diz ele, que agora pensa em investir na confeitaria.

“Fiz workshop nessa área para compor o personagem e acho que vou terminar a novela sabendo fazer muitos doces. Gosto de cozinhar porque me ajuda a relaxar e como sou muito ligado à arte, vejo a cozinha como parte disso também”, conta o ator.