Após tapa de Will Smith, prêmio Tony, de teatro, cria regras contra violência

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Tony Awards, maior premiação americana de teatro, anunciou nesta quarta (20) que vai adotar políticas contra casos de violência em sua próxima cerimônia, após o incidente envolvendo Will Smith na última edição do Oscar.

Na ocasião, o ator se sentiu ofendido por uma piada feita pelo comediante Chris Rock com a alopecia de sua mulher, Jada Pinkett Smith. Ele então foi até o palco e deu um tapa em seu rosto, minutos antes de vencer o Oscar de melhor ator. Com a repercussão, decidiu sair da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que por sua vez o baniu de seus eventos por dez anos.

Agora, para evitar críticas caso cenas parecidas ocorram no Tony, a organização da grande festa da Broadway está avisando aqueles que compram ingressos para sua 75ª edição que ela tem "uma regra rígida de não violência", informou a revista americana The Hollywood Reporter.

"Caso algum incidente ocorra, o perpetrador será removido do evento imediatamente", diz o aviso, na esteira de críticas direcionadas ao Oscar por ter permitido que Smith continuasse presente mesmo após a agressão.

O Tony é a primeira grande premiação da cultura americana a adotar alguma medida relacionada ao incidente com o ator americano. Sua cerimônia acontece no dia 12 de junho, no Radio City Music Hall, em Nova York, e seus indicados serão anunciados em 3 de maio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos