1 / 9

Após seu cão falecer, fotógrafa passa 10 anos registrando animais idosos

Divulgação/Nancy Le Vine

Após seu cão falecer, fotógrafa passa 10 anos registrando animais idosos

Quem já teve um animal de estimação que sabe o quanto é doloroso perdê-los. A fotógrafa Nancy Le Vine conhece bem a sensação e após seus dois cães, Lulu e Maxie, falecerem em 2006, ela encontrou um jeito especial de honrar a memória deles.

Nancy começou a viajar pelos Estados Unidos em busca de cãezinhos em idade avançada, compartilhando suas histórias com registros encantadores. Para entender a elação de intimidade da fotógrafa com os cães idosos, basta ver a maneira como ela fala de um dos animais de sua vida, a cadela Baby.

“Babe foi minha melhor amiga. Uma alma muito, muito velha. Ela iniciou a paixão em mim por olhar profundamente nos olhos de um cão com a câmera. Sinto muita saudade dela mesmo depois de tanto tempo”.

Desde que começou o projeto, diversos cães já se foram, mas sua presença ficará eternizada nas elas fotos de Nancy. Confira algumas na galeria.