Após morte de lutadora, Japão deve fortalecer leis de bullying virtual

No último final de semana, a lutadora Hana Kimura, que esteve presente no reality show da Neflix, 'Terrace House', faleceu aos 22 anos. A mídia japonesa confirmou que a causa da morte foi suicídio após a jovem conviver com constantes comentários maldosos nas redes. Com isso, o governo japonês decidiu atualizar a lei contra o bullying virtual, que deve ser aprovada até o final do ano.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

- É necessário implementar procedimentos sólidos para expor a identidade daqueles que estão praticando o bullying, a fim de não estimular este comportamento, e resgatar as vítimas - afirmou o ministro das comunicações, Sanae Takaichi.

Leia também:

Nos últimos dias, os líderes do governo e da oposição se reuniram para discutir propostas de melhorias para a lei anti bullying. Além deles, um grupo de pesquisa no ministério do interior japonês também tem se dedicado ao assunto. Neste sentido, diversas ideias surgiram, como a criação de um dispositivo legal que obrigue as redes sociais a revelar a identidade e os números de telefone dos usuários denunciados por bullying virtual.

Após a morte da lutadora, um grupo de empresas relacionadas a redes sociais como Facebook e Twitter emitiu um comunicado em que promete bloquear abusadores e aqueles que cometerem tais delitos e perseguições virtuais. No entanto, eles disseram que pretendem "manter o respeito à liberdade de expressão e privacidade" de seus usuários.

De acordo com a revista 'Forbes', semanas antes de falecer, Hana Kimura postou uma nota se referindo às "mais de 100 opiniões francas", que necessitava ouvir todos os dias nas redes sociais. Nela, a jovem citava as críticas à sua aparência, o bullying e suas participações nos eventos da modalidade, o que assustou os fãs.

Por fim, vale relembrar que a jovem estreou na luta livre ao vencer o JWP Junior Championship, liga juvenil, em 2016. Três anos depois, ela se juntou à Stardom, se tornando líder e uma das estrelas do grupo de lutadoras Tokyo Cyber Squad.

Após iniciar sua carreira como lutadora, ela apareceu no vigésimo episódio da série japonesa 'Terrace House', da Netflix. No reality show, seis estranhos são confinados em uma casa luxuosa. Contudo, as filmagens foram suspensas devido ao avanço do novo coronavírus.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.