Após internação, Franciely Freduzeski faz desabafo sobre metacril

Redação
Instagram / @Instagram / @franfreduzeski

A atriz e modelo Franciely Freduzeski usou seu perfil no Instagram nesta quinta-feira, 15, para falar sobre sua depressão e explicar o motivo de ter sido internada em um hospital na última quarta-feira, 14, por decorrência do uso de polimetilmetacrilato (PMMA), também conhecido como metacril.
"Há quase dois anos tenho uma dor que começou no bumbum, foi para as costas, desceu para a minha perna direita, depois para o braço, mão, foi para as costas e pescoço. Parei de andar, escovar o dente, tomar banho, sair e me isolei", começou Franciely.
Na sequência, contou as influências que as dores passaram a causar em sua vida: "Parei de trabalhar, de responder pessoas e me sentia uma pessoa chata. Fui a vários médicos. 'Você tem isso, você tem aquilo'. Exames de todos os jeitos, nos melhores hospitais, fiz tudo, nada de melhorar. Descobri a depressão".
"Sempre comentei com todos os médicos que eu tinha colocado um pouco de metacril no bumbum. Todos diziam: 'É muito pouco, não tem nada a ver'. Minha dermatologista, que é um anjo, me proibiu de fazer, fiz escondido. Isso tem uns oito anos", prosseguiu.
Em meio a "tanta dor", Franciely Freduzeski relatou que descobriu uma "endometriose de diferentes formas e modelos", e passou por uma cirurgia. Um ano depois, porém, ela afirma que "só piorava".
Então, a atriz foi em busca de outros médicos. Um deles teria sido "bastante claro", indicando uma neurite: "Comecei um tratamento com imunoglobulina, não sei por quanto tempo. Sei que preciso o quando antes combater a inflamação no meu nervo".
Franciely ainda fez um apelo aos seus seguidores, citando uma pesquisa feita em 2016 que revelou que 17 mil pessoas tiveram sequela após uso do metacril: "Pelo amor de Deus, não coloquem metacril. O metacrilato é uma substância que é praticamente impossível de ser retirada."
Na última quarta-feira, 14, Franciely Freduzeski havia publicado uma foto de seu braço durante a internação no hospital. "Para que eu nunca me esqueça o quanto sou forte, das minhas lutas, das minhas dores e dos dias", escreveu, na ocasião.
"Hoje minha vida mudou. Tenho dor crônica, tomo remédios, tenho limites. Mas tenho Deus e acredito em milagres", concluiu.







Franciely Freduzeski é conhecida por ter trabalhado em novelas da Globo, como América e O Clone, além de ter participado do reality show A Fazenda, da Record TV. Em 2017, também chamou atenção por conta de seu relacionamento com o pai do jogador de futebol Neymar.
Confira abaixo as publicações feitas por Franciely Freduzeski relatando os problemas de saúde originados pelo metacril: