Após farra de Carnaval, Lexa promove festa de aniversário inspirada em seu 1º ano de idade

Foto: Reprodução/Instagram (@lexa)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Carnaval só acaba depois da última festa, e quem quis fechar com chave de ouro a folia foi Lexa, que promove neste domingo (1º) o Festa da Laje em São Paulo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

E nos siga no Google News: Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Além de ser uma festa para finalizar a época de blocos de rua, a comemoração tem como pretexto o aniversário de 25 anos da cantora, que na verdade aconteceu no dia 22 de fevereiro.

Como indica o nome da festa, o tema é favela. Na decoração, há varais de roupas e "pallets" que criam uma estrutura para sustentar o bar --que por sua vez, só tem bebidas com nome de sucessos de Lexa, como "Sapequinha" e "Chama Ela", que foi seu hit de Carnaval.

Até mesmo a escolha do menu foi temática, indo de espetinhos de bife acebolado a pastéis. "Fui eu que escolhi tudo", diz Lexa. "Tem tudo a ver comigo. Minha festa de 1 ano de idade foi numa laje. Queria trazer a realidade que tive, a imagem da comunidade".

Leia também

Sem conseguir aproveitar seu aniversário como gostaria em 2019, a cantora diz que fez questão de ter uma festa para curtir com os amigos, familiares e seu marido, MC Guimê, 27. Na lista de convidados estão Aline Riscado, 32, Emicida, 34, Mayra Cardi, 36, Luísa Sonza, 21, Whindersson Nunes, 25, Lore Improta, 26, Gloria Groove, 25, MC Rebecca, 21, Victor Kley, 25, e muitos outros.

Rodeada de amigos, e "virada" da noite anterior que teve outras festas e blocos, o descanso fica mesmo para amanhã, diz a cantora. "Fui a oitava artista, entre homens e mulheres mais tocadas no Brasil nesse Carnaval. E isso é algo muito difícil de acontecer, uma responsabilidade muito grande", conta. 

Mesmo com a queda durante o seu desfile pela Unidos da Tijuca no Rio de Janeiro, ela não desanima. Até porque, segundo ela, as pessoas mais a apoiaram do que criticaram após o episódio. Para o próximo ano, ela garante que terá bloco, hits e desfile no sambódromo. "Eu lanço música pra galera dançar mesmo, porque eu gosto de dançar, nasci no Carnaval", afirma.