Após assumir uso de maconha, Betty Faria fala sobre repercussão: 'hipocrisia'

Betty Faria contou a Pedro Bial que usou maconha (Reprodução/ GNT)

Em entrevista no “Programa Com Bial”, que foi ao ar na GNT neste domingo (16), Betty Faria admitiu que fumou muita maconha e defendeu que a droga não tem o efeito nocivo que dizem. “Eu gosto de maconha, acho que não tem efeito nenhum. É uma mentira dizer que mexe com memória, porque eu fumei muita maconha e nunca tive problema de memória”, disse a atriz durante o programa.

Aos 75 anos, Betty Faria comentou a repercussão de suas declarações e disse que não entendeu toda a polêmica em torno da entrevista. “Mas gente, os EUA comercializando a maconha de uma maneira fantástica, e as pessoas aqui se assustando com o que eu falei… Isso é muito antigo! Por isso é que continua a hipocrisia neste país”, disse ela em entrevista ao “Extra”.

Leia mais:
Fábio Porchat pede desculpas para Rita Cadillac em seu programa: ‘A culpa é nossa’
Fernanda Gentil divulga a primeira foto ao lado da namorada

A atriz também disse que não acha que foi corajosa ao revelar que fez uso de maconha. “Não foi coragem, a verdade precisa ser dita. Alguém tem que quebrar o estado de vida fingidinho das pessoas. Não cabe mais esse fingimento, estamos vivendo muitas coisas sérias. Temos uma falta nos hospitais públicos, nas escolas, na segurança…as pessoas não falam disso. Elas ficam mantendo uma coisa fingidinha. Vamos botar as coisas para funcionar, o Rio de Janeiro para funcionar… E as pessoas estão preocupados com bobagem?”, afirmou Betty Faria.