Antônia Fontenelle é indiciada em crime de preconceito por falar "paraíbada"

·1 minuto de leitura
Antonia Fontenelle é apresentadora em um programa no Youtube (foto: reprodução / instagram @nalatacomantonia)
Antonia Fontenelle é apresentadora em um programa no Youtube (foto: reprodução / instagram @nalatacomantonia)

Antônia Fontenelle pode enfrentar uma ação judicial após uma fala controversa em suas redes sociais. Segundo informações publicadas pelo “G1”, a apresentadora e cineasta foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba pelo crime de preconceito.

Ela foi investigada pela autoridade após fazer comentários xenofóbicos sobre a prisão do DJ Ivis. De acordo com o inquérito policial, as atitudes dela caracterizam manifestações preconceituosas generalizadas e direcionadas a todos os paraibanos.

Leia também

O indiciamento foi feito pelo delegado Marcelo Antas Falcone no crime de preconceito ou discriminação, que prevê pena de reclusão de 1 a 3 anos e multa após caso o indiciado seja julgado e condenado.

O Yahoo! entrou em contato com o endereço de e-mail indicado nas redes sociais da apresentadora sobre sua posição sobre o tema e a reportagem será atualizada assim que a informação for recebida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos