Antes de tragédia com Alec Baldwin, Brandon Lee havia morrido no set

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Brandon Lee
    Brandon Lee
    Ator norte-americano
Brandon Lee morreu nas gravações do filme 'O Corvo' (foto: Divulgação)
Brandon Lee morreu nas gravações do filme 'O Corvo' (foto: Divulgação)

Resumo da notícia:

  • Tragédia no set de "Rust" lembra a morte de Brandon Lee no set de "O Corvo" (1994)

  • Filho de Bruce Lee, astro foi vítima de um tiro de arma que continha resquícios de munição real

  • Irmã de Brandon Lee se manifestou nas redes sociais após o caso de "Rust"

Nesta sexta-feira (22), muita gente se chocou ao acordar com a notícia que um erro de produção fez Alec Baldwin disparar com uma arma que julgava ter balas de festim e causar a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de "Rust". A tragédia causa ainda mais tristeza quando lembramos de outro astro de Hollywood que veio a falecer por causa de uma arma cenográfica: Brandon Lee.

Filho de Bruce Lee, o ator morreu aos 28 anos, no auge da carreira, em 1993. Na época, ele colhia o sucesso de filmes de artes marciais de bom alcance, como "Massacre no Bairro Japonês" (1991), no qual contracenou com Dolph Lundgren. Brandon, porém, ainda sofria com as comparações com o pai. Para construir o seu próprio caminho no cinema, Brandon aceitou o convite para estrelar "O Corvo", uma boa oportunidade para mostrar a sua veia dramática. 

Leia também:

Na história, inspirada na série de quadrinhos de James O'Barr, o ator viveria Eric Draven, um personagem que voltava do além para concretizar o casamento com a mulher amada, cuja cerimônia havia sido interrompida por um brutal assassinato. De forma tragicamente irônica, Brandon Lee acabou morrendo em pleno set, no dia 31 de março de 1993, meses antes de se casar com a sua namorada da época, Eliza Hutton.

Para piorar: o acidente que causou a morte de Lee aconteceu durante as gravações do seu próprio assassinato no filme. Interpretando um dos criminosos do longa, o "Fun Boy", o ator Michael Massee disparou a sua pistola Magnum 44 no protagonista; a arma utilizada pela produção, contudo, continha um fragmento de munição real, usada anteriormente em outra produção. O fragmento foi suficiente para atingir em cheio o peito de Brandon Lee.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O ator foi levado às pressas para o hospital, porém não resistiu aos ferimentos causados pelo tiro acidental. O vídeo com a filmagem da morte de Brandon Lee foi usado pelas autoridades como prova e acabou destruído após o fim das investigações. Traumatizado com o incidente, Michael Massee, falecido em 2016, vítima de um câncer no estômago, passou um ano longe dos cinemas para superar a morte do colega de cena.

Actor Brandon Lee and girlfriend Eliza Hutton attend the
Brandon Lee e Eliza Hutton de mãos dadas em evento realizado em 6 de outubro de 1991 (Foto: Getty Images)

Apesar da tragédia, "O Corvo" (1994) foi um grande sucesso de bilheteria, arrecadando mais de US$ 50 milhões nos Estados Unidos. Hoje em dia, o longa é cultuado pela estética gótica e pela grande atuação de Brandon Lee, além de ser naturalmente bastante procurado por críticos e cinéfilos, de forma sinistra, pelas coincidências trágicas que marcaram a sua produção.

Brandon foi enterrado ao lado do pai, Bruce Lee - que também faleceu precocemente, deixando um filme clássico para os fãs, "Jogo da Morte" (1978) - em Lakeview Cemetery em Seattle, nos Estados Unidos. Por causa do acidente, Eliza Hutton, noiva de Brandon, liderou uma campanha por mais cuidado no manejo de armas de fogo nos sets de filmagem. Como mostra a morte de Halyna, o problema ainda carece de solução - e, principalmente, fiscalização - definitiva.

Shannon Lee, irmã de Brandon Lee, usou nesta sexta-feira (22) as redes sociais criadas em homenagem ao ator para lamentar a tragédia no set de "Rust". "Nossos corações estão com a família de Halyna Hutchins e também com Joel Souza e todos os envolvidos no incidente de 'Rust'. Ninguém deveria ser morto por uma arma num set de filmagem. Ponto final", escreveu no Twitter.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos