De Anitta a Viola Davis, famosos lamentam a morte de Pelé

RIO DE JANEIRO, RJ, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pelé, o rei do futebol, morreu nesta quinta-feira (29) e não demorou muito para que pessoas de todo o mundo lamentassem a partida do ex-jogador, aos 82 anos, que foi diagnosticado com um tumor de cólon em setembro do ano passado. Internado há um mês no Hospital Albert Einstein, São Paulo, Edson Arantes do Nascimento faleceu por complicações da doença.

No Brasil, personalidades de todas as áreas prestaram homenagens a Pelé. "Tive a chance de trabalhar com ele na Copa de 1994, nos Estados Unidos", lembrou Fátima Bernardes. "Não vou me esquecer da reverência de quem estava no estádio Rose Bowl quando ele chegou à cabine de transmissão da TV Globo. Um orgulho ver um homem preto brasileiro tão adorado e tão respeitado."

O narrador Galvão Bueno, que estava na mesma transmissão, também fez sua homenagem. Ele publicou uma imagem dos dois comemorando o tetra (com o antológico grito de "É tetra! É tetra!") e escreveu: "Meu amigo Edson se foi!! Que tristeza! Mas Pelé, não! Pelé é eterno!! Rei Pelé!! Primeiro e único!!".

Ana Maria Braga disse ainda estar incrédula com a notícia. "É meio inacreditável falar 'O Pelé morreu'.

Tanta alegria, tanta vida, tantas comemorações. Não combina", afirmou. "Ele nasceu para a bola. E a bola nasceu para ele. Um talento inigualável que o fez ser o maior jogador da história. Adeus, rei."

"Ficam capítulos importantes da história do esporte mundial, com as sementes do nosso futebol arte", escreveu Luciano Huck nas redes sociais. "Permanecem as lembranças deste protagonista da história de amor de um país inteiro pelo futebol. Nós, seus súditos, seguiremos contando suas façanhas. Deixando vivo seu legado, como fizeram nossos pais."

Caetano Veloso relembrou a ocasião em que o jogador comentou a música "Love, Love, Love", que o cantor e compositor baiano havia escrito sobre ele. "Em seu livro, escreveu sobre a canção 'Love Love Love', que fiz inspirado nas palavras dele", contou. Ele lembrou que Pelé dizia: "De todas as canções inspiradas em mim, acho que essa é a que mais me emociona".

Ainda no mundo da música, Anitta publicou nos stories uma foto do jogador com a frase "Descanse em paz, Rei Pelé". Já Djavan disse que "todo fã de futebol também é fã de Pelé". "Sobretudo os que tiveram a sorte de vê-lo jogar", afirmou. "Pelé transcendeu o esporte e fez arte com os pés! Sempre será um gigante! Obrigado, Pelé!"

O diretor Boninho comentou que era amigo do astro do futebol. "Que ano difícil, quantos amigos se foram", lamentou. "Hoje perdemos nosso Pelé, seu sorriso, o gênio da bola. A bola está triste hoje. Vai amigo, descansa."

A morte do atleta repercutiu também entre artistas internacionais. Viola Davis publicou um vídeo com imagens da carreira dele. "Descanse em paz, Pelé, você foi o maior futebolista que já existiu! Orando pela sua família, obrigado pela sua bênção", escreveu. Florinda Meza, do seriado "Chaves", também lamentou nas redes sociais, assim como Ronnie Wood, guitarrista dos Rolling Stones.

Muitas outras personalidades lamentaram a perda do jogador. Foram nomes de diversas áreas, como Alessandra Negrini, Astrid Fontenelle, Carolina Dieckmann, Chay Suede, Emicida, Fabio Porchat, Gloria Perez, Lulu Santos, Marcos Mion, Mauricio de Sousa, Paulo Vieira, Preta Gil, Renato Aragão, Sabrina Sato, Serginho Groisman, Tiago Leifert e Walcyr Carrasco, entre muitos outros.

A família ainda não divulgou detalhes sobre o velório, mas uma estrutura foi montada na Vila Belmiro nos últimos dias para receber a vigília. O sepultamento ocorrerá em Santos.