Anitta solta o verbo: 'O Brasil é machista e conservador'

Cantora fala sobre a liberdade e o empoderamento feminino (Reprodução/instagram.com/anitta)

A cantora carioca Anitta, 25, atualmente uma das juradas do reality “La Voz México”, concedeu uma entrevista para o jornal “Metro” daquele país e abriu o jogo sobre o machismo ainda tão enraizado em grande parte dos brasileiros.

“Nossa sociedade é mais jovem que a da Europa e estamos avançando contra o machismo e em prol da igualdade. Acho que as cantoras estão projetando a voz da mulher independente, que tem coragem e força para falar. Busco transmitir, de maneira popular e divertida, uma mensagem de força para as mulheres, para que elas pensem que também têm controle sobre suas vidas“, declarou a funkeira.

Leia mais:
Nanda Costa sobre namoro com Lan Lanh: ‘Não tenho culpa nem vergonha de ser quem sou’
Sandy mostra filho Theo ao lado do marido Lucas Lima em estúdio

“Comecei fazendo música ousada para as mulheres se sentirem livres. O Brasil é machista e conservador, não devemos ser julgadas se decidimos ser sexies ou se não temos namorado”, opinou a morena. “As pessoas não devem separar mais o que é papel de homem e de mulher. Nós decidimos o que queremos ser na sociedade”, reforçou Anitta que está cada vez mais forte no mercado musical latino.