Anitta rebate críticas após ser acusada de apropriação cultural: "Vocês nunca estão satisfeitos"

Foto: Divulgação

Anitta decidiu rebater algumas críticas que surgiram após a divulgação do clipe de ‘Muito Calor’ em parceria com o rapper Ozuna.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Tudo porque alguns internautas acusaram a artista de apropriação cultural ao surgir com cabelo cacheado em uma comunidade do Rio de Janeiro. Muitos dos comentários acusavam Anitta de querer se “passar por negra” nas imagens.

Leia também

"Ih ó, ficou negra de novo. Anira nem esconde que todo clipe em favela ela tem que se apropriar. Sinceramente, é ridículo. Todos os clipes são iguais, esse looping começou em ‘Vai malandra’ e até hoje parecem todos a mesma coisa“, dizia um dos comentários

A cantora, por sua vez, foi aos comentários responder as críticas: "Meu Deus. Que loucura! 1. “Onda diferente” é um hit. O clipe foi gravado em Los Angeles. Cantado em português. Tem feat brasileiro e feat gringo importantíssimo. Estão começando a ouvir fora do Brasil mesmo sendo em português.”

E continuou: “2. O único videoclipe MEU gravado em uma favela se chama “Vai Malandra”. Os demais são clipes onde eu fui CONVIDADA como feat assim como esse 3. O clipe mostra diversos pontos do Rio de Janeiro que o diretor gostou. Dentre eles: escadas da Lapa, pão de açúcar, Cristo, praias etc…”

Anitta finalizou contando que sempre teve os cabelos cacheados: “ 4. Quando eu era criança meu cabelo era mais enrolado que esse do vídeo. Eu que meti produto na adolescência e ele mudou pra sempre. 5. Vocês nunca estão satisfeitos". Textão, né? Veja o teaser abaixo: