Anitta ligou duas vezes para Lula meses atrás antes de declarar apoio, diz coluna

*ARQUIVO* São Paulo, SP, BRASIL, 21-06-2022: Os pré-candidatos à Presidência pelo movimento Vamos Juntos Pelo Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin, lançam nesta terça-feira (21), em São Paulo (SP), as diretrizes do programa de governo da chapa. O documento, estruturado a partir dos eixos desenvolvimento social e garantia de direitos, desenvolvimento econômico e sustentabilidade socioambiental e climática e defesa da democracia e reconstrução do Estado e da soberania, apresenta as principais ideia-força da aliança progressista, formada por PT, PCdoB, PV, PSB, REDE, PSOL e SOLIDARIEDADE. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
*ARQUIVO* São Paulo, SP, BRASIL, 21-06-2022: Os pré-candidatos à Presidência pelo movimento Vamos Juntos Pelo Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin, lançam nesta terça-feira (21), em São Paulo (SP), as diretrizes do programa de governo da chapa. O documento, estruturado a partir dos eixos desenvolvimento social e garantia de direitos, desenvolvimento econômico e sustentabilidade socioambiental e climática e defesa da democracia e reconstrução do Estado e da soberania, apresenta as principais ideia-força da aliança progressista, formada por PT, PCdoB, PV, PSB, REDE, PSOL e SOLIDARIEDADE. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Apesar da posição marcada contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), Anitta ainda não tinha declarado seu voto nessas eleições até pouco tempo. Foi na última segunda-feira que ela finalmente escreveu no Twitter que seu voto neste ano seria em Lula. E mesmo que semanas atrás tenha postado que estava em busca do "meio termo", Anitta conversou por telefone com ex-presidente há dois meses.

A informação foi revelada pela coluna de Malu Gaspar, no jornal O Globo.

Em maio, Anitta teria conversado por telefone com Lula por meio de uma ligação ao telefone de Janja, mulher do petista. A conversa rápida teria servido para que ela dissesse que havia decidido apoiá-lo nessas eleições, segundo relatos de aliados do ex-presidente.

Depois, Anitta, Lula e Janja teriam voltado a conversar, ocasião em que a cantora disse que oficializaria seu apoio nas redes sociais. Além disso, ela teria deixado claro a Lula que não tinha votado no PT em 2018 --quando ela publicamente apoiou o movimento "Ele Não", contra Bolsonaro. Foi um ano em que ela, mesmo sob pressão dos fãs, decidiu não revelar o seu voto.

Essa ideia repercutiu no texto postado por ela ontem: "Não sou petista e nunca fui. Mas este ano estou com Lula e quem quiser minha ajuda pra fazer ele bombar aqui na internet, TikTok, Twitter, Instagram é só me pedir que estando ao meu alcance e não sendo contra lei eleitoral eu farei." A declaração foi retuitada pelo perfil de Lula, que complementou --"Vamos juntos envolver o Brasil!".

A coluna cita ainda que, por não responder aos tuítes de Anitta nas redes sociais --como fez Bolsonaro diversas vezes, mesmo em tom de ironia--, o petista teria perdido a chance de gerar mais engajamento com o público jovem.

"Pois muito que bem. Eu havia falado aqui nas redes que não apoiaria Lula nas eleições por querer algo novo e diferente para que o Brasil experimente um meio termo entre os ideais da população dos dois lados e realmente pudesse tentar algo diferente do que já tivemos no passado", escreveu ainda Anitta na segunda-feira. Classificou ainda a postura de Bolsonaro como "extremamente agressiva e antidemocrática", o que a teria deixado sem opção --"É Lulalá... Seus burros, agressores, autoritários e violentos", completou, se referindo à morte do petista Marcelo Arruda na madrugada de domingo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos