Anitta domina conversas entre brasileiros em rede social, mas perde para BTS

*ARQUIVO* COLUNA MONICA BERGAMO  - SP - show da cantora Anitta. Na foto Anitta . 24/08/2019.  (Foto Marlene Bergamo/Folhapress)
*ARQUIVO* COLUNA MONICA BERGAMO - SP - show da cantora Anitta. Na foto Anitta . 24/08/2019. (Foto Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Não é apenas impressão. No primeiro semestre de 2022, nenhum artista musical brasileiro foi mais citado do que Anitta no Twitter. A cantora dominou as conversas na plataforma, onde costuma causar cada vez que faz qualquer publicação.

E olha que essa conta ainda não computa o apoio que a cantora declarou ao ex-presidente Lula, pré-candidato do PT ao Palácio do Planalto, ou o debate que ela abriu na rede social sobre a endometriose, condição que acomete muitas mulheres. Tudo isso aconteceu neste mês, já no segundo semestre.

Entre janeiro e junho, a filha mais ilustre de Honório Gurgel (zona norte do Rio) só criou menos conversas no Twitter que a banda sul-coreana BTS, fenômeno entre os jovens. Sozinho, o grupo de k-pop foi responsável por 20 milhões de citações na rede apenas no Brasil.

Anitta, em segundo lugar, foi assunto de 9,4 milhões de tuítes. Na terceira posição, aparece Linn da Quebrada, que foi participante da 22ª edição do Big Brother Brasil (Globo) entre janeiro e maio e gerou 6,7 milhões de comentários na plataforma. O top 5 traz ainda Naiara Azevedo (também do BBB 22) e Rihanna.

O BTS e Anitta também repetem a dobradinha no ranking de álbuns mais comentados na plataforma. Em primeiro lugar está a coletânea "Proof", da banda sul-coreana, lançada em junho, seguido por "Versions of Me", que a brasileira divulgou em abril. Depois, aparecem "Harry's House", de Harry Styles, "Numanice 1 e 2", de Ludmilla, e "Chromatica", de Lady Gaga.

No ranking das músicas que mais geraram comentários aparecem, pela ordem, "Boy with Luv", do BTS, "Rain on Me", de Lady Gaga e Ariana Grande, "Parado no Bailão", de MC L da Vinte e MC Gury, "Onda Diferente", de Anitta, Ludmilla e Snoop Dogg, e "Formation", de Beyoncé.

Segundo levantamento do Twitter, 79% dos usuários no Brasil têm interesse em música e 56% dizem seguir contas de cantores ou bandas. Os ritmos mais comentados na plataforma no primeiro semestre foram o k-pop (1º), pop (2º), funk (3º), pop latino (4º), rap (5º), sertanejo (6º), pagode (7º), rock (8º), MPB (9º) e rock alternativo (10º).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos