Anitta detalha estratégia de novo álbum: "Vocês acham que eu sou burra?"

·2 min de leitura
Imagem da capa
Imagem da capa "Versions of Me", da Anitta. Foto: Reprodução/Instagram/@anitta

Resumo da notícia:

  • Anitta questiona fãs ao explicar estratégia de novo álbum: "Vocês acham que eu sou burra?"

  • Cantora revelou o que pensa por trás da capa marcada por várias versões de sua carreira

  • De acordo com a carioca, o foco da divulgação é o público internacional conhecer sua personalidade

A reação adversa dos fãs brasileiros de Anitta após o anúncio da capa e título do novo álbum não agradou a cantora. Isso porque a novidade foi bastante criticada nas redes sociais e a carioca fez questão de explicar sua estratégia de marketing por trás de seu trabalho.

"Não dá para acreditar que, nessa altura do campeonato, vocês ainda estejam duvidando de estratégia minha, perguntando e achando que eu sou burra. Vocês acham que eu sou burra de fazer um negócio a troco de nada?", declarou ao realizar uma live no perfil de seu fã clube oficial.

Na sequência, Anitta ressaltou o fato de pensar em tudo o que divulga e reclamou das críticas de quem deveria apoiá-la. "As coisas que eu faço têm sentido, têm explicação têm um porquê, têm profissional por trás. Eu não ia estar aqui falando, porque não ia perder o meu tempo, porque estou cheia de coisa importante para resolver. Mas eu sei que, quando vocês não gostam de alguma coisa, vocês começam a jogar contra, comentar coisa negativa, sabotar, uma coisa que está dando certo", desabafou.

Ao dizer que sua carreira é de estratégia, ela defendeu a semelhança com o disco "Kisses", levantada pelos fãs nas redes sociais. "Essa estratégia da capa do álbum foi minha. E claro que é o mesmo conceito de 'Kisses' porque essa sou eu. Essa é a minha personalidade. Eu sou essa pessoa de várias personalidades, que gosta de cantar todos os ritmos. Essa sou eu e só quem sabe disso é o Brasil. Não faz sentido em uma obra internacional eu querer contar outra história se as pessoas nem ouviram a primeira história", explicou.

A cantora ainda revelou o que motivou a realização de uma capa com vários rostos e o título "Versions of Me" ao descartar "Girl from Rio". "A estratégia por trás do álbum é eu ter o que falar nas entrevistas. É eu conseguir ter assunto sobre o álbum, que mantenha o lado engraçado, que tenha polêmica, que viralize, que renda e também que passe uma mensagem para as pessoas não se levarem tão a sério", disse.

"Tenho um time de milhares de pessoas incríveis. Ninguém é burro de fazer uma coisa que a gente não saiba que vá dar certo. Para o Brasil, a estratégia era essa, de ser controverso. Eu mostrei para a minha família e metade amou, metade odiou e essa era a intenção", completou ao dizer que o foco é que os estrangeiros conheçam mais de sua personalidade, o que os brasileiros já conhecem. Confira:

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos