Anitta desiste de se aposentar aos 30 anos, mas quer diminuir o ritmo

*ARQUIVO* Sao Paulo, SP, BRASIL, 01-03-2020:  Carnaval em Sao Paulo .  Anitta se apresenta com seu bloco  na av Pedro Alvares de Cabral no Ibirapuera. Primeira vez que Anitta se apresenta no carnaval de SP (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* Sao Paulo, SP, BRASIL, 01-03-2020: Carnaval em Sao Paulo . Anitta se apresenta com seu bloco na av Pedro Alvares de Cabral no Ibirapuera. Primeira vez que Anitta se apresenta no carnaval de SP (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Foi numa entrevista em 2019 que a cantora Anitta disse que se aposentaria em 2023, assim que fizesse 30 anos.

"Trabalho porque gosto, porque me dá prazer. Se parasse agora, sentiria falta. Vou parar quando fizer 30 anos, porque não quero voltar com 40 ao mesmo ritmo de antes", disse na ocasião.

Porém, os fãs da artista podem ficar tranquilos. Em nova entrevista, agora à revista GQ Brasil, ela conta que desistiu de pendurar o microfone em março, mês que vai celebrar três décadas de vida.

"Não vou parar agora. Nos últimos anos, tenho tentado diminuir um pouco o ritmo, fugir um pouco da loucura. Mas deixar os palcos não está nos meus planos imediatos", esclarece.

Na época em que disse que sua ideia era parar, Anitta namorava o surfista Pedro Scooby e contava que queria ser mãe. "Quero ter vários, muitos. Gosto de casa cheia. Quero adotar também. Só que é um plano para depois. Se acontecesse de engravidar agora, paciência", afirmou.

De 2019 para cá, muita coisa aconteceu na vida dela que a fez mudar de ideia. A brasileira tem feito cada vez mais sucesso internacional e em fevereiro vai disputar um Grammy e desponta como favorita.

Em 2022, alcançou o primeiro lugar do ranking de músicas mais ouvidas no mundo pelo Spotify com "Envolver".

Já no fim do ano passado, Anitta disse ter passado pelo momento mais difícil de sua vida quando descobriu o diagnóstico do vírus Epstein-Barr, popularmente conhecido como a doença do beijo --que pode estar relacionado ao aparecimento da esclerose múltipla.