Anitta comenta relações não-monogâmicas e expõe preconceito por ser bissexual: 'As pessoas não aceitam'

Reprodução, Instagram
Reprodução, Instagram

Anitta falou sobre assuntos que podem ser considerados tabu, como relacionamentos abertos e bissexualidade, em entrevista para a "Vanity Fair Itália". Ao comentar o tema sexualidade, a cantora de 29 anos relatou que sofre preconceito até hoje.

"As pessoas não aceitam a bissexualidade. Eu, por exemplo, estive com algumas mulheres. E eu digo", declarou. Anitta não descartou novo casamento e contou que pensa em ser mãe: "Mas sem necessariamente engravidar: estou muito aberta à adoção".

Anitta abre o jogo sobre plásticas

Durante a entrevista, Anitta comentou sobre as plásticas que já realizou, afirmando não fazer ideia de quantas intervenções foram realizadas e que "retocou tudo de uma vez".

"Não sou boa em mentir, então eu sempre prefiro dizer a verdade. Eu me transformei completamente. Trabalhei, paguei e aqui estou. Até me parece uma bela mensagem: 'Você também pode'. Com uma condição: Não siga a moda: nada que incha os lábios é bom", destacou.

Anitta quer atuar em cinema

A publicação definiu Anitta como a "Beyoncé feita no Rio" e ressaltou que a cantora já foi listada pela Billboard como uma das 15 artistas mais influentes do mundo nas redes sociais. Ela é uma artista que canta em três idiomas e já colaborou com grandes nomes da música internacional.

Questionada sobre o que falta, a funkeira respondeu que o cinema: "Eles me pediram para participar de vários filmes e estou estudando para isso. Pode ser o meu próximo...

Veja mais


Veja também

'A Fazenda 2022': Deolane avisa que não é feminista e expõe seu posicionamento. 'Sou normal'
Gabily expõe preconceito por ser funkeira ao ser parada em blitz com carro de R$ 154 mil
Pérola Faria expõe doença na gravidez e explica por que adiantou parto do filho: 'Se não prestar atenção, já era'