Anitta é indicada ao Grammy 2023 como melhor artista revelação do ano

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A brasileira Anitta foi indicada ao Grammy 2023 como melhor artista revelação, categoria de destaque no prêmio mais importante da música mundial.

É a segunda mulher do país a ser indicada na categoria, após Astrud Gilberto, em 1965. Também já foram lembrados na categoria os cariocas Tom Jobim e Eumir Deodato, todos de gerações muito anteriores à estrela do pop.

Entre os concorrentes da brasileira, há quase só americanos, como Omar Apollo, Muni Long, Samara Joy, Latto, Tobe Nwigwe e Molly Tuttle.

As exceções na lista são os italianos da banda Maneskin, os britânicos da Wet Leg e a dupla de jazz Domi & JD Beck, metade francesa.

A nomeação coroa o ano de maior destaque internacional para a artista, que chegou ao topo do Spotify mundial com o hit "Envolver", um feito inédito até então para o Brasil.

Como mostrou um levantamento da Folha de S.Paulo, porém, a música foi bem mais tocada no país de origem de Anitta e na América Latina, relativizando o componente global do sucesso da cantora.

A música também chegou ao primeiro lugar da Billboard, também a primeira vez que uma brasileira conseguiu a façanha.

A artista também fez um show apoteótico no festival Coachella, na Califórnia, levando o funk carioca pela primeira vez ao um dos principais palcos da música mundial.