Anitta é alvo de críticas pelos diretores de “Modo Turbo” e Luísa Sonza sai em defesa da cantora

Felipe Dantas
·1 minuto de leitura
Divulgação
Divulgação

Eita, gente! Rolou uma confusão em plena véspera de Natal entre Anitta e a Alaska Filmes, produtora que dirigiu o clipe de “Modo Turbo” da Luísa Sonza com a cantora e Pabllo Vittar. Os diretores resolveram responder algumas dúvidas sobre a criação do clipe, mas acabaram criticando uma suposta conduta de Anitta nos bastidores.

Quando alguém fez a seguinte pergunta “Qual foi a parte mais complicada de produzir esse bapho?”, nos stories da Alaska Filmes, a resposta foi “lidar com o ego e a falta de caráter de uma celebridade em específico”.

Logo em seguida, outra pergunta: “Como foi trabalhar com a Anitta? Ela é escrota mesmo como falam por aí?”. A resposta foi bem direta: “O que posso dizer é que a gente discorda completamente da conduta profissional de Anitta. Nunca destratei ninguém da minha equipe, simplesmente não entendo por que alguém escolhe deliberadamente tratar mal as pessoas”.

A postura da produtora decepcionou as artistas e os fãs. Luísa Sonza logo saiu em defesa de Anitta, que disse estar desapontada:

Anitta ainda levou na esportiva, dizendo que sente vergonha de ter recomendado eles para o clipe:

Tenso!