Animes registram lucros históricos não alcançados desde 2002; entenda

Lembro como ontem quando tinha acesso aos animes apenas através daqueles transmitidos pela TV aberta ou pelas fitas dos saudosos fansubbers. Isso no final dos anos 90. Hoje, temos uma vasta indústria que cresce constantemente. Porém, o mercado sofreu bastante os últimos 20 anos com altos e baixos. Mas isto mudou em 2022.

De acordo com dados do relatório anual da Association of Japanese Animation (fundada pelo mestre Yuji Nunokawa), a indústria dos animes registrou uma marca histórica de lucros. Um feito não alcançado desde 2002.

 
Jujutsu foi um dos maiores sucessos entre os filmes de anime exibidos fora do Japão

Segundo a AJA, a indústria de animação japonesa cresceu mais de 13% entre 2021 e 2022, gerando um lucro de US$ 20,6 bilhões(cerca de R$ 105,65 bilhões de reais). O que mais espanta com o resultado é que o mesmo relatório, só que em sua edição de 2021, afirma que o mercado de animes encolheu cerca de 5% em decorrência da pandemia de COVID-19 no ano de 2020. Logo, o prejuízo foi superado em menos de um ano.

Após encolher em 2020, mercado voltou a crescer entre 2021 e 2022
Após encolher em 2020, mercado voltou a crescer entre 2021 e 2022

Outro mercado que cresceu entre os anos de 2021 e 2022 foram os chamados “entretenimentos ao vivo” (exibições em cinemas, shows e eventos). O relatório aponta que o setor cresceu 96,7%, provavelmente em decorrência da diminuição das restrições impostas durante a pandemia no Japão e no resto do mundo. No Japão, os filmes One Piece RED, The First Slam Dunk e Suzume no Tojimari foram as maiores...

Animes registram lucros históricos não alcançados desde 2002; entenda
Leia Mais

Anya, Denji e mais: Confira a lista com os personagens de anime favoritos pelos japoneses em 2022
Japoneses elegem os 10 animes favoritos de 2022; Veja a lista
Conheça Samurai Mac, o novo mascote em anime do McDonalds