Angelina Jolie conta caso de racismo com a sua filha no médico

·2 minuto de leitura
LONDON, ENGLAND - OCTOBER 09: Angelina Jolie and Zahara Marley Jolie-Pitt attend the European premiere of
Angelina Jolie olha para a filha Zahara em evento realizado em 2019 (Photo by Karwai Tang/WireImage)

Resumo da notícia:

  • Angelina Jolie contou em entrevista recente um caso de racismo sofrido pela filha Zahara no consultório médico

  • De acordo com a atriz, a garota de 16 anos passou por um procedimento cirúrgico recente e não teve o atendimento adequado

  • Jolie acredita que boa parte dos médicos indicam tratamentos indicados para pessoas de pele branca

Angelina Jolie revelou um caso recente de racismo sofrido pela filha Zahara, de 16 anos, no consultório médico. O depoimento foi dado em conversa com o estudante Malone Mukwende, um estudante de medicina britânico que lançou um livro sobre a discriminação racial na medicina.

"Recentemente, a minha filha Zahara, que adotei na Etiópia, passou por uma cirurgia e depois uma enfermeira me pediu para entrar em contato com ela caso a pele dela ‘ficasse rosa’”, disse a atriz. 

Leia também:

“Eu tenho filhos de diferentes origens e sei que quando havia uma irritação que todos pegavam as reações eram drasticamente distintas dependendo da cor da pele de cada um. Mas sempre que olhava os relatórios médicos, a referência era sempre a pele branca”, criticou.

LONDON, ENGLAND - OCTOBER 09: (L-R) Vivienne Marcheline Jolie-Pitt, Angelina Jolie, Zahara Marley Jolie-Pitt, Shiloh Nouvel Jolie-Pitt and Knox Jolie-Pitt attend the European premiere of
Vivienne, Angelina Jolie, Zahara, Shiloh e Knox Jolie-Pitt em evento de "Malévola: Dona do Mal', em 2019 (Photo by Jeff Spicer/Getty Images)

Zahara é uma das filha de Jolie com Brad Pitt, com quem briga atualmente na Justiça pela guarda dos seus filhos. Além dela, eles têm Maddox (19 anos), Pax (17 anos), Shiloh (15 anos) e dos gêmeos Knox e Vivienne (12 anos).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Na entrevista, publicada pela revista Time na internet, Mukwende concordou com Jolie e disse que o problema tem início nos cursos de medicina. "Você acabou de ilustrar, é um exemplo muito problemático”, apontou ele.

"Quase toda a medicina é ensinada dessa forma. Há uma linguagem e uma cultura na profissão médica, praticada há tantos anos da mesma forma, que soam como se não fossem parte do problema", completou o estudante.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos