Quem nunca? Angélica, Ludmilla, Thaynara OG e outros famosos já enfrentaram perrengues de viagem

·5 min de leitura
Angélica, Ludmilla e Thaynara OG já passaram por perrengues de viagem. Fotos: reprodução/Instagram @angelicaksy, @ludmilla e @thaynaraog
Angélica, Ludmilla e Thaynara OG já passaram por perrengues de viagem. Fotos: reprodução/Instagram @angelicaksy, @ludmilla e @thaynaraog

Resumo da notícia

  • Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert não estão sozinhos nos perrengues de viagem

  • Outras celebridades já contaram na TV ou na web sobre sufocos durante as férias

  • Seguidores de famosos como Angélica, Ludmilla e Thaynara OG se divertiram com os relatos

Não adianta ter crachá da Globo ou vários digitos na conta bancária: os perrengues de viagem sempre vêm, sendo você uma pessoa anônima ou uma celebridade. Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert que o digam: recentemente, o casal enfrentou um "acampamento super roubada em família", mas logo foi acolhida por Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso em Portugal.

Abaixo, listamos outros desabafos de famosos que já passaram por situações difíceis ou inusitadas durante as férias. Afinal, cada perrengue vira história para contar!

Leia também:

Angélica

Mãe de Joaquim, Benício e Eva, a apresentadora confessou ao podcast Esse Mundo É Nosso que "viajar com criança pequena, com três então, era uma missão de guerra". No entanto, nada impedia a programação da família: precavida, a esposa de Luciano Huck é do tipo que carregava uma pequena panela de pressão a tiracolo para garantir o feijão nas refeições dos filhos, quando eram pequenos.

Mas mesmo uma viajante experiente como ela não se livrou de alguns sufocos, como ter a bagagem extraviada. "E mala, com criança, é complicado quando não vem. Perrengue de avião com tempo ruim, algumas vezes, principalmente quando a gente vai pra lugar com neve. Perrengue de criança doente, que tem que ir para o hospital. Uma vez o Joaquim caiu da cama, abriu a cabeça e a gente teve que ir pra um hospital em Miami de madrugada", contou.

Ludmilla

Ludmilla também já enfrentou dificuldades com as malas durante uma temporada nas Ilhas Maldivas. O problema foi que sua mulher, a dançarina Bruna Gonçalves, levou peso demais, e as duas tiveram que mudar os planos às pressas, já que não era possível pegar o avião bimotor que vai de Dubai até o destino final.

"A gente vai ter que ir de barco até a ilha porque a Brunna excedeu o limite de mala, então a gente vai ter que ir de barco pras Maldivas. Olha que chato", brincou a funkeira nas redes sociais, na ocasião.

Para completar, durante o trajeto, Ludmilla ainda deixou cair no mar uma peça de roupa. "Gente, a gente mal chegou mas aí já apareceram os golfinhos aqui. Eu fui me emocionar pra ver os golfinhos, meu casaco caiu dentro da água. Já perdi o casaco já", disse.

Thaynara OG

No "Que História É Essa, Porchat?", Thaynara OG lembrou os momentos de aflição ao ter sua doleira roubada em 2019, quando conhecia Montenegro, na Europa, com amigos e a irmã mais nova. Isso significava ficar sem os passaportes dela e da irmã, além de todo o dinheiro da viagem.

O sinal de que a viagem teria problemas foi o cancelamento, em cima da hora, da casa onde o grupo ficaria hospedado. Já acomodados em outro lugar, eles foram a uma pizzaria. "Eu entrei na fila e senti um empurrão. Ok né, um empurrão na Europa. Outro empurrão, eu olhei, uma idosa. Ok, peguei minha pizza e fui embora. Saí por uma rua mais estreita aí ela de novo tombou em mim. (…) A gente entrou na loja, quando eu fui abrir minha mochila: ‘Ih, cadê minha doleira, Lud? Tá contigo?’. Aí ela: ‘Não, não tá’. Nessa doleira só tinha todos os meus euros da viagem, tinha dólar, tinha o meu passaporte e o passaporte da Ludmilla, meus dois únicos cartões. (…) Ai depois eu me toquei, a velha safada me roubou”, contou.

O boletim de ocorrência não foi suficiente para a influenciadora seguir viagem com os amigos, e ela só conseguiu deixar o país depois que a embaixada brasileira ligou para as autoridades de Montenegro. Ao chegar à Sérvia, onde havia uma embaixada, ela conseguiu, enfim, tirar um novo passaporte.

Duda Reis

Duda Reis também já desabafou nas redes sociais sobre um imprevisto que passou durante uma viagem de carro com o namorado, o empresário Bruno Rudge: o pneu furou no meio da estrada. "Gente, vou contar pra vocês uma coisa: quando começar a namorar, tem que fazer uma lista pra conhecer a pessoa melhor. E o que eu aprendi agora sobre o meu? Que ele não sabe trocar pneu", brincou ela, em conversa com seus seguidores.

O casal contou com a ajuda bem-vinda de um homem que cruzou o caminho deles e ganhou a eterna gratidão da atriz e modelo. "Mário, se você estiver vendo isso, muito obrigada. Mário me segue no Instagram e ajudou a gente a trocar o pneu. Você foi maravilhoso, foi incrível. Eu estava com muito medo”, disse.

Flávia Alessandra

Flávia Alessandra, por sua vez, viveu uma situação inusitada com as filhas, Giulia e Olívia, durante uma viagem a Nova York, há 4 anos. Depois de um dia curtindo um passeio no Central Park, as três voltaram ao hotel de táxi. A caçula, Olívia, levou com ela um "brinquedo" que encontrou no carro: nada menos que um spray de pimenta. No banheiro, ao acionar o objeto, o efeito foi imediato.

"Eu perdi uma visão. Foi algo que espirrou e eu senti instantâneo. Aí a Giulia disse que o olho dela também estava ardendo", revelou Flávia no "Que História é Essa, Porchat?".

Em seguida, o trio usou toalhas molhadas na porta do cômodo para evitar que a substância invadisse também o quarto e usou soro fisiológico para lavar os olhos e aliviar a ardência. Mas o desespero não parou por ali. "Quando a gente tava ali, dispara o alarme de incêndio. Você não sabe se é teste ou se realmente tá pegando fogo. Aí olhei pra porta. Todas as toalhas encharcadas no chão e a gente pelada", divertiu-se.

De roupão, elas desceram as escadas e descobriram que se tratava mesmo de um teste. "A Giulia morrendo de vergonha. As três de roupão naquele estado, parecia mãe e filhas drogadas porque era tudo vermelho e irritado. As pessoas olharam para a gente, e a gente começou a ter um ataque de riso. Foi um fato que marcou a gente viajando", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos