De Angela Ro Ro a Mara Maravilha, famosos lamentam a morte de Vanusa

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Vanusa morreu neste domingo (8), aos 73 anos, na casa de repouso onde vivia em Santos. A causa da morte informada foi insuficiência respiratória. A artista chegou a ficar internada por 32 dias no Complexo Hospitalar dos Estivadores, na cidade do litoral paulista, e saiu em outubro. A filha de Vanusa, Aretha Marcos, confirmou a morte da mãe em uma publicação nas redes sociais. Segundo a assessoria de imprensa de Vanusa, um enfermeiro percebeu, por volta das 5h30, que a cantora estava sem batimentos cardíacos. "Ontem ela teve um dia muito feliz com a visita da Amanda, a filha mais velha. Cantou, brincou, riu, se alimentou bem", informa em nota divulgada à imprensa. "Nos últimos anos Vanusa teve depressão, problemas gerados pelo uso de medicamentos tarja preta em excesso, o que a deixaram muito debilitada." "Minha amiga linda. Só quero lembrar de você assim. Você foi minha inspiração como mulher. Independente, determinada, livre e que viveu de verdade. A primeira música que eu aprendi a cantar foi 'Manhãs de Setembro'. Com certeza você está sendo recebida por Deus como você merece. Amo você. Rafael Vannucci conte comigo", escreveu Gretchen, em seu perfil no Instagram. "Vanusa nos deixa nessa manha de domingo! Que o Espirito Santo de Deus console o coracão de cada familiar! Rafa Vannucci receba meu abraco e carinho nesse momento delicado!", publicou Maria Maravilha em seu perfil no Instagram com um vídeo antigo em que as duas estão juntas. "Em Paz! Minha querida! Grata por encantar nossa música! Ricardo e eu seremos eternamente gratos!, escreveu a cantora Angela Ro Ro. "Que pena, descanse em paz rainha Vanusa, que Deus te receba de braços abertos e ampare aos seus familiares aqui", disse Buchecha, em seu perfil no Twitter. O jornalista Xico Sá também comentou sobre a morte de Vanusa. "Numa bodega de canto de rua, ouvindo Vanusa, óbvio, e um vira-lata acompanhando um elegante homem que portava uma crônica dor de amor", escreveu. "Vanusa roqueira avant garde total. O riff inicial desta canção dela "What to Do", lembra "Sabbath Bloody Sabbath", do Black Sabbath. Detalhe: o disco dela foi lançado antes. Ontem eu a ouvi cantando 'Manhãs de Setembro', desejo força e proteção a Vanusa. Vanusa Fundamento", escreveu Sarah Oliveira.