Angel Ro Ro relembra que foi espancada pela polícia por ser lésbica: 'Me deixaram cega de um olho'

·1 minuto de leitura

Angela Ro Ro voltou a relembrar o triste episódio que sofreu no início dos anos 1980 por ter se assumido publicamente homossexual. A cantora, que fará 71 anos no próximo sábado, citou o ocorrido no Instagram, após dizer que está passando por dificuldade financeira e pedir ajuda de R$ 10 aos fãs e seguidores. Um internauta quis saber da artista se ela recebi pensão por ser filha de um policial, e ela respondeu:

'Não. Meu pai foi um policial civil e me negam pensão até hoje. A única coisa que a Polícia Civil do Rio me deu foi um espancamento e tentativa de estupro, me deixando cega de um olho".

Em outro comentário, ela explicou que também não recebe dinheiro dos direitos autorais das suas músicas. "Não sou beneficiada em nada. Se fosse, não estaria mendigando dinheiro com humildade".

Na semana passada, Angela fez um apelo nas redes pedindo dinheiro: "Estou passando dificuldades financeiras. Quem puder depositar apenas R$ 10, agradeço. Saúde a todos", disse a cantora.