Andrew Tate, ex-lutador que provocou Greta Thunberg, tem carros de luxo apreendidos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Parece que a briga com Greta Thunberg não foi um bom investimento para Andrew Tate. Autoridades da Romênia apreenderam 15 carros de luxo do ex-atleta de kickboxing neste sábado (15), entre eles um Rolls-Royce, uma Ferrari, um Porsche, uma BMW, um Aston Martin e uma Mercedes.

Além disso, foram recolhidos relógios de grife e dinheiro, em um valor total de R$ 200 milhões. Em dezembro do ano passado, Tate recebeu uma resposta irônica da ativista ambiental quando a provocou no Twitter ao dizer que tinha mais de 30 carros que emitem muitos poluentes e pediu um email para que pudesse enviar um relatório.

A ativista rebateu e disse "envie um e-mail para energiadepintopequeno@tenhaumavida.com".

Dois dias após o desentendimento, o atleta e seu irmão foram presos pela polícia do país acusados de estupro e tráfico humano. Os investigadores disseram que os dois estavam sendo monitorados desde abril por "recrutar, abrigar e explorar mulheres, forçando-as a criar conteúdo pornográfico destinado a ser visto em sites especializados pagos."