Andrew Lloyd Webber levará nova abordagem de "Cinderella" a teatro de Londres

LONDRES (Reuters) - O compositor e produtor musical britânico Andrew Lloyd Webber estreará uma nova "Cinderella" em um teatro de Londres em setembro, uma obra descrita como "uma reinvenção completa do conto de fadas clássico".

O musical, para o qual Lloyd Webber escreveu uma nova trilha sonora, se baseia em uma ideia original da atriz e escritora britânica Emerald Fennell, disseram os produtores.

Fennell foi a roteirista da segunda temporada do suspense televisivo "Killing Eve" e participou da terceira temporada de "The Crown", série da Netflix sobre a realeza do Reino Unido.

Ela ainda escreveu e dirigiu o suspense "Promising Young Woman", estrelado por Carey Mulligan, que estreia na primavera europeia.

"Durante muito tempo quis escrever minha própria versão de Cinderella, mas não conseguia encontrar uma abordagem da história clássica que realmente me cativasse", disse Lloyd Webber em um comunicado.

"Emerald Fennell escreveu algo realmente empolgante e original, e no momento em que li sua sinopse soube que havia encontrado minha nova colaboradora", acrescentou ele, conhecido por musicais de teatro como "Cats" e "O Fantasma da Ópera".

"Estou muito satisfeito de estar trabalhando com David Zippel, um letrista imensamente espirituoso, mais uma vez".

Laurence Connor, que já trabalhou em outros espetáculos de Lloyd Webber, dirigirá "Cinderella", que estreará no teatro Gillian Lynne do West End londrino.

A adaptação de Lloyd Webber da comédia "Escola do Rock" fica em exibição neste mesmo teatro até o início de março.

(Por Marie-Louise Gumuchian)