Andressa Urach lembra vício em drogas, sexo e prostituição em canção gospel

Bárbara Saryne
·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Instagram/@andressaurach
A ex-panicat é evangélica desde 2015 (Foto: Reprodução/Instagram/@andressaurach)

Evangélica desde 2015, Andressa Urach se lançou cantora gospel nesta sexta-feira (14). A primeira música dela leva o nome de ‘Noite Virou Dia’ e teve seu clipe divulgado ainda na madrugada. Nas imagens, a ex-panicat lembra seu passado citando o vício em drogas, sexo e prostituição.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

A história de Andressa Urach também já foi contada no livro ‘Morri para Viver’. Ela se converteu após ficar entre a vida e a morte por conta de uma infecção causada pela aplicação da substância hidrogel nas coxas. Depois disso, a loira disse que teve um encontro com Deus e se não fosse sua conversão provavelmente estaria morta, presa ou internada em um hospício.

Leia também

Assim que divulgou o clipe do louvor, Andressa escreveu que a intenção não é ganhar dinheiro com a música. “Essa não é mais uma música para disputar espaço no mercado, longe disso! Ela faz parte da minha missão de vida, o motivo pelo qual eu retornei à vida. Já fui muito aplaudida, elogiada e seguida quando por dentro era um ser infeliz e completamente vazio. Hoje, sou apenas alguém que quer melhorar, servir, tentar acertar. Se essa canção puder ajudar, ainda que seja uma única pessoa, já valeu a pena todo o esforço!”, afirma.

Veja o clipe: