Andressa Urach culpa igreja por piora de distúrbio mental: "Resisti ao tratamento por uma fé burra"

·1 min de leitura
Andressa Urach (Foto: reprodução/Instagram)
Andressa Urach (Foto: reprodução/Instagram)

Diagnosticada há anos com transtorno de personalidade borderline, condição que pode gerar instabilidade emocional, momentos de impulsividade e até depressão, Andressa Urach fez um desabafo no Instagram e responsabilizou a igreja que costumava frequentar pela piora de sua saúde mental nos últimos tempos.

"Durante muitos anos, resisti ao tratamento médico [do transtorno] por uma fé burra. Achava que poderia ser o demônio. Minha mãe e meu marido não aceitavam minha doença. Eu passei seis anos na igreja e tive uma decepção muito grande com eles. Foi muito difícil para mim porque eu amava [estar lá]. Sabe quando algo é sua razão de viver? Essa ruptura, esse mal que aconteceu, quase me levou à loucura", disse.

Em lágrimas, ela continuou: "Isso trouxe muitos problemas para o meu casamento, também por ser uma pessoa pública. Sei que não sou nada, mas muitas pessoas me conhecem. Passo por muitos julgamentos. Gostaria de não sentir tudo isso. Gostaria, do fundo do meu coração, de ser uma pessoa normal."

Andressa ainda garantiu que, atualmente, não associa saúde e religião. "Continuo amando Jesus e acredito em milagres, mas nem sempre eles acontecem. Algumas pessoas pedem e não recebem. Então, não é adequado não tomar medicação, não é uma fé inteligente colocar a saúde em risco", finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos