Presidente do Corinthians define preço para vender Fagner ao Flamengo

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Multa rescisória de Fagner é de R$ 105 milhões (Miguel Schincariol/Getty Images)
Multa rescisória de Fagner é de R$ 105 milhões (Miguel Schincariol/Getty Images)

Se depender da torcida do Flamengo, o substituto de Rafinha será Fagner. O lateral-direito corintiano chegou a ter seu nome como um dos assuntos mais comentados do Twitter ao longo da sexta-feira, diante das milhares de mensagens de rubro-negros. O Blog entrou em contato com o presidente Andrés Sanchez para entender como ele vê tal possibilidade.

“A multa rescisória é de R$ 105 milhões. Ainda dou 20% de desconto se o jogador quiser ir. Como o time deles é milionário e tem grana, não seria um problema”, respondeu Andrés, ironizando a fama de clube mais rico do futebol sul-americano que o Flamengo carrega desde o ano passado.

Os 20% de desconto significam R$ 21 milhões, ou seja, o Corinthians quer R$ 84 milhões para vender Fagner - o contrato só termina em dezembro de 2022 e o Timão detém 50% dos direitos econômicos.

Nenhum dirigente do Flamengo demonstrou publicamente interesse no jogador, de 31 anos de idade. E dificilmente haverá negócio com essas cifras. Só Gabigol foi contratado por um valor superior aos R$ 84 milhões exigidos por Andrés Sanchez.

Chileno na mira: Livre no mercado há alguns dias, após deixar o Fenerbahce, Mauricio Isla foi sondado nas últimas horas pelos cartolas rubro-negros. O grande problema é a vontade do lateral-direito chileno, de 32 anos, de permanecer na Europa - ele tem ofertas de Betis e Valencia, ambos da Espanha.

Recentemente, Boca Juniors e Universidad de Chile tentaram contratá-lo, mas ouviram que a esposa de Isla prefere seguir no Velho Continente, por causa da segurança e educação dos filhos.