Ana Paula Padrão sobre deixar "MasterChef": "Nada dura para sempre"

Ana Paula Padrão na última noite do Rock in Rio. Foto: Graça Paes/Agnews

Ana Paula Padrão foi curtir a última noite do Rock in Rio 2019. “Peguei a última ponte [aérea] ontem e vim para acompanhar minha enteada, a Nina, de 14 anos. É o primeiro Rock in Rio dela. Amo Paralamas, adoro! Gosto de Muse e Lulu Santos também. A Nina está empolgada para ver Imagine Dragons. Tem coisa que gosto e que ela gosta, casou de ser um dia que eu poderia vir”, explica.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

É raro vê-la em um festival de música. “Sou super caseira, mal saio. Nunca vou a lugar nenhum, mas por ser o primeiro Rock in Rio dela é um bom motivo. Encontrei várias pessoas legais, tenho vários amigos trabalhando aqui. É uma diversão diferente”. Mas ela não quer saber de emoções mais fortes, como ir aos brinquedos. “Nem morta! Não tem a menor chance, zero. Abaixo da linha d’água de possibilidade”.

Leia também

Com tantas temporadas à frente do “MasterChef Brasil”, a jornalista não faz feio quando encara o fogão. “Cozinho muito, para caramba. Mas sempre cozinhei. Como gosto de ficar em casa, tem várias atividades que faço: cozinhar, decoração, arquitetura. Mas peço dicas para caramba para eles [jurados]. Não conseguia fazer um polvo direito e pedi dica para o [Henrique] Fogaça, ele me ensinou. Tem várias coisas que aprendi os vendo fazendo ou ligo para eles”, entrega.

Ana Paula Padrão comandou todas as edições do MasterChef Brasil. Foto: Divulgação/Band

Ana Paula garante que não liga para as brincadeiras na internet. “Amo todos os memes. Às vezes a gente pensa em roupa que vai dar meme. Para viralizar. Acho o maior barato que eu seja uma personagem que saiu da bancada e foi para o entretenimento. É uma transição complicada, difícil, e não deixei de ser uma pessoa séria, não mudei minha personalidade. Não passei a fazer gracinha por estar no ‘Masterchef’. A cada meme vejo que somos realmente um sucesso”, comemora.

A jornalista não descarta, no entanto, deixar o programa. “Nunca acho que nada na vida é definitivo. Não existe moradia definitiva. Sou camaleoa total. Realmente tenho um tempo para as coisas. Nunca pensei qual é esse tempo em relação ao ‘Masterchef’, mas nada dura para sempre. Nunca tive ilusão disso para nada na minha vida. Tenho 19 anos de São Paulo e já me mudei de casa umas 11 vezes. Sou inquieta, gosto de desafio novo. Me canso de fazer sempre a mesma coisa e gosto de ser desafiada”.

Isso se aplica também ao relacionamento. “Estou com meu marido há quatro anos. Sou uma pessoa estável, mas quando não estou feliz, vou embora. Ele está fora do país trabalhando e estou com a filha dele aqui”, diz ela, casada com Gustavo Diament.