Ana Maria Braga diz que apoia abaixo-assinado contra pernilongos em São Paulo

·3 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 27.04.2019 - Retrato da apresentadora Ana Maria Braga. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 27.04.2019 - Retrato da apresentadora Ana Maria Braga. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No programa ‘Encontro’, da manhã desta segunda (14), na Globo, Ana Maria Braga, 71, disse que também está muito incomodada com a explosão no número de pernilongos em São Paulo, especialmente nas proximidades do rio Pinheiros, na zona oeste da capital.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

"Já tem até abaixo-assinado dos moradores pedindo para a Prefeitura ações contra o mosquito [..]. Já são quase 20.000 assinaturas pedindo providências [risos], já imaginou. Mas é um horror mesmo. Estou assinando esse abaixo-assinado, eu estou entrando nessa corrente. Socorro", afirmou ela, em tom bem-humorado.

Leia também

Com uma raquete para matar mosquito em mãos, Ana Maria disse que na capital paulista quem não tem o acessório dentro de casa para acabar com os pernilongos não consegue fazer nada, "nem dormir nem trabalhar".

"A gente está sendo atacado não é por um pernilongo não, mas por muitos pernilongos em todas as regiões que são próximas às margens do rio Pinheiros e do rio Tietê. Às vezes você olha e entra uma nuvem de pernilongo, parece passarinho quando voa junto", afirmou.

TEMPERATURAS ALTAS E MOSQUITOS

A onda de calor em pleno inverno fez explodir o número de pernilongos mais cedo este ano. Moradores cobram mais ações da prefeitura, que afirma ter enviado o fumacê para espantar os mosquitos.

Na última semana, a prefeitura fez a aplicação do fumacê em Pinheiros por três dias, segundo a AMAPP (Associação de Moradores e Amigos dos Predinhos de Pinheiros).

"Depois de insistentes chamadas dos moradores no 156 [canal de atendimento da gestão municipal], a subprefeitura agiu com a aplicação do inseticida e já nos informou que numa próxima etapa fará a aplicação nas bordas do leito do Rio Pinheiros", afirmou o grupo.

"Mesmo assim, é muito importante à continuidade dos cuidados dos moradores e comerciantes com relação à limpeza de suas calhas, calçadas e quintais. Lembrando que os vasos de plantas também podem se te tornar criadouros. A organização, asseio e conservação é uma tarefa de todos", lembrou.

A Prefeitura de São Paulo afirmou que realiza diariamente ações de monitoramento e controle dos mosquitos e que a aplicação de inseticida por meio de termonebulização vem ocorrendo desde início de agosto e continuará nas próximas semanas.

"A Unidade de Vigilância em Saúde Lapa/Pinheiros tem realizado ações de fumacê para o combate aos mosquitos, por meio de Ultra Volume Baixo veicular em toda a região", disse em nota.

Dentre as ações preventivas, segue a prefeitura, estão o monitoramento quinzenal de todos os córregos da região; envio de relatórios mensais à Divisão de Vigilância em Zoonoses e à Subprefeitura local; solicitação de manutenção e limpeza de bueiros e galerias; vistorias nos endereços solicitados; mapeamento e diagnóstico de área, com o cruzamento de informações obtidas em vistorias; aplicação de inseticida em áreas delimitadas.