Ana Clara Lima avalia primeiro programa solo na Globo: "Evoluí tão rápido na profissão"

·5 min de leitura

Voltando à rotina mais tranquila, longe da cobertura diária do “Big Brother Brasil”, Ana Clara Lima viveu uma temporada cheia de surpresas. Fazendo sucesso ao descobrir as primeiras impressões dos participantes que saem do reality, no “Bate-papo BBB”, da Globoplay, a apresentadora ganhou elogio público do diretor Boninho. 

Com sacadas rápidas e jeitão despojado, o comandante do BBB ficou satisfeito com o desempenho de Ana em frente às câmeras e a agraciou com um programa só seu na grade fixa da TV Globo, o “Plantão BBB”. Não à toa, aos 24 anos, a apresentadora comemora o fim de mais um 'BBB' com entusiasmo.

Leia também

Após realizar o sonho de ter um programa para chamar de seu, a carioca faz planos para novos projetos. “O que eu almejo é continuar assim. Ter um programa que seja independente de outro programa”, entrega.

No bate-papo exclusivo com o Yahoo!, a apresentadora diz como vê cada participante do programa, conta o que gosta de fazer no tempo livre e revela se, no meio de tanto trabalho, ainda deu tempo para dar uns beijinhos.

Três anos de carreira desde a sua descoberta no 'BBB'. Você se imaginava nesse lugar aos 24 anos?

Sempre quis trabalhar com audiovisual, isso sempre foi uma vontade, tanto que escolhi fazer isso como carreira na faculdade. Mas nunca imaginei que evoluiria tão rápido na profissão. É muito gratificante viver isso agora.

Sua desenvoltura foi elogiada publicamente pelo Boninho na internet, já criando expectativa antes do "Plantão BBB" ser anunciado. Como você lida com o "peso" de ser um dos novos rostos da Globo?

É muita responsabilidade, mas acredito que, se estou onde estou agora, é uma oportunidade que me foi dada porque eu mereci. Mostrei que poderia continuar esse trabalho. Fico muito feliz que eles tenham enxergado esse potencial em mim. 

Ficou muito nervosa ao estrear ao vivo "Plantão BBB"? Como foi aquele dia?

Fiquei nervosa na estreia, mas foi muito bom, estava muito feliz, muito animada com tudo que iria acontecer. Estava com muita vontade, queria estar ali, queria ser boa, queria viver tudo que estou vivendo agora, então foi muito bom.

O público tem bastante curiosidade sobre os bastidores do 'BBB', se você e o Tiago Leifert são amigos, se a equipe almoça junta... Pode contar um pouco como é o dia a dia?

Eu e Tiago temos uma relação muito boa, a gente não almoça juntos porque temos horários completamente diferentes, mas sempre que a gente se encontra rola conversa, pelo Whatsapp. Meu dia a dia é diferente do Tiago, diferente do 'BBB' à noite, o meu é vespertino. Chego, passo meu roteiro e tenho que entrar no estúdio uma hora antes do programa. Mais ou menos isso.

Aos 24 anos, qual o maior sonho que você já realizou profissionalmente? E qual é o próximo sonho? O que mais almeja?

Acho que o maior sonho foi ter um programa para apresentar sozinha, ter meu programa solo. É muito incrível. O que almejo é continuar assim. Ter um programa que seja independente de outro programa, porque, de certa forma o "Plantão" existe por conta do "BBB'', por existir um o reality à noite... Isso não torna ele menos incrível e uma oportunidade menor para mim, muito pelo contrário, é mais responsabilidade ainda. Mas talvez um programa mais duradouro... De qualquer forma, estou muito feliz agora.

Como você lida com as emoções para ser imparcial na hora de entrevistar alguém que você não gosta tanto dentro do programa. Dá vontade de falar as verdades?

Na verdade, não desgosto de ninguém, não preciso ser imparcial porque não tenho um sentimento diferente por um ou por outro, gosto de todos eles. Tenho muito respeito por todos eles, porque já estive onde eles estão, acho que isso é o mínimo que a gente precisa fazer, é ter empatia.

Mesma pergunta, mas em bem materiais. Qual o seu grande sonho material a ser conquistado?

Não tenho uma casa, eu tenho muita vontade de comprar meu apartamento e me estabilizar.

Quanto tempo você passa envolvida com o 'BBB'? Consegue ver outra coisa, tipo uma série?

Tirando o final de semana, não consigo ver outra coisa, não. Durante a semana é só 'BBB'. O único lazer que eu tenho é ler mesmo.

Como você lida com a fama e o ônus que vem dela, cancelamento, fake news?

É muito difícil essa coisa do cancelamento e fake news, ainda mais para a gente que vive numa realidade de internet, tudo muito rápido, o tempo todo você está a um clique de ler uma mentira sobre você que não vale a pena rebater, mas dá vontade. É muito difícil, mas com o tempo a gente vai se acostumando e aprendendo a lidar melhor.

Já teve algo que te chateou muito e você não queria que se repetisse?

O que me chateia são as mentiras que as pessoas inventam, mentem a respeito de um assunto que elas não sabem, falam com muita certeza de coisas que não existem. É difícil.

Quando a pandemia acabar, qual o seu sonho de viagem?

Quando a pandemia acabar meu sonho de viagem é ir para Nova York (EUA) e viajar pela Europa.

Com a vida profissional em alta, dá tempo de namorar? Arrumar umas paquerinhas?

Até dá tempo, mas eu não quero, não tem necessidade de eu dividir essa atenção agora. E não vi graça em ninguém para isso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos