Update privacy choices
Vida E Estilo

Tudo o que você precisa saber sobre a low carb, dieta sem carboidratos que promete emagrecer rápido

Yahoo Vida e Estilo
Dieta Low Carb (Foto: Getty Images)

Por Mirella Mentone
@mirellamentone

Conhecida como a dieta do emagrecimento rápido, a low carb, termo em inglês para cardápio com pouco carboidrato, ganhou grande notoriedade nos últimos anos e, segundo o Google, foi a dieta mais procurada em 2017 pelos brasileiros.

A promessa da rápida perda de peso é a responsável pelo sucesso da dieta caracterizada pelo baixo consumo de carboidratos e alta ingestão de proteínas, características que, a longo prazo, podem trazer malefícios para a saúde. “Estudos demonstram que uma dieta restrita em carboidrato modifica a diversidade de bactérias do intestino, predispondo a doenças inflamatórias, como alergias e doenças autoimunes”, explica a nutricionista Carol Mota.

Ainda segundo a nutricionista, é preciso ter cautela quanto a ingestão de proteína elevada por um período mais longo de tempo, o que pode causar efeitos adversos como alteração na pressão arterial e função renal, constipação, fadiga, hipotensão, entre outros. O estudo recém divulgado pelo National Institute of Health (NIH), dos EUA, é ainda mais alarmante e associa as altas e baixas taxas de consumo de carboidrato ao aumento da mortalidade, podendo reduzir a expectativa de vida em até quatro anos.

“Pesquisas científicas vêm mostrando que uma dieta baixa em carboidratos e alta em proteína animal e gordura estimulam vias inflamatórias, envelhecimento precoce e estresse oxidativo (morte de células). Por outro lado, dietas ricas em carboidratos, principalmente os refinados (arroz branco, pães, doces, refrigerantes, etc.) tendem a conferir uma carga glicêmica (concentração de carboidrato por porção de alimento) alta, que pode levar a consequências metabólicas negativas para o pâncreas, o rim e o sistema biológico como um todo”, explica Carol Mota.

Isso não significa que a dieta low carb não possa ser considerada uma alternativa no emagrecimento, ela é uma estratégia pontual e deve ser feita com acompanhamento de um nutricionista. “É importante lembrar que emagrecimento é diferente de perda de peso. Emagrecer é diminuir a porcentagem de gordura corporal, já perder peso compreende perda de massa corporal (músculos), gordura e água”, explica. Adotar um dieta low carb sem acompanhamento profissional e por um longo período de tempo pode levar à perda de peso e não ao emagrecimento.

O equilíbrio e o acompanhamento profissional com um nutricionista garantirá a eficácia da estratégia, minimizando os riscos que ela pode trazer. “O nutricionista saberá a quantidade exata de carboidrato, proteína e gordura que o indivíduo necessitará de acordo com as suas individualidades bioquímicas e fisiológicas”, explica Carol.

Reações

Leia também