Update privacy choices
Vida E Estilo

Saiba as razões que fazem as pessoas traírem seus parceiros de acordo com a ciência

Redação Vida e Estilo
Yahoo Vida e Estilo
Divulgação/CBS

Você muito provavelmente já presenciou uma traição ou foi responsável por uma. Essa é uma atitude muito comum desde o início dos tempos e segue cada vez mais frequente no mundo moderno. Mas o que leva uma pessoa a trair seu parceiro?

Leia mais: Homens são mais propensos a pedirem divórcio por traição, diz estudo

De acordo com pesquisadores da Universidade de Queensland, aqueles que tiveram muitos parceiros sexuais ao longo da vida ou que são impulsivos são mais propensos a pularem a cerca. Isso porque pessoas impulsivas podem trair unicamente por não analisarem as consequências da situação, agindo por influência de pensamentos e emoções imediatistas.

Já os que tiveram muitos parceiros no passado possuem uma inclinação maior à traição por terem desenvolvido uma certa “necessidade” nesse âmbito. “Os participantes que tiveram muitos parceiros sexuais foram considerados mais propensos a ter sexo ou beijos fora do relacionamento. Isso pode ser atribuído à sua habilidade de reconhecer indícios de que alguém pode ser um parceiro casual”, disseram os autores.

Participaram da pesquisa 123 pessoas com idades entre 17 e 25 anos, todas em um relação séria. As principais razões para traições indicadas pelo estudo são: distanciamento do parceiro e baixa satisfação no relacionamento.

Leia mais: Traição pode fortalecer o casamento, diz terapeuta

Descobriu-se que os homens são mais propensos a terem relações sexuais fora do namoro. Quando se trata de apenas ‘dar uns beijos’ em outra pessoa, homens e mulheres indicaram a mesma probabilidade de traição. A parte boa é que ser traído pode ter um efeito positivo, já que um estudo anterior afirma que passar por essa situação nos faz mais fortes e nos ajuda a escolher melhor nossos parceiros no futuro.

55 Reações

Leia também