Update privacy choices
Vida E Estilo

Giovanna Ewbank fala sobre luta contra racismo: 'É a missão da nossa vida'

Redação Vida e Estilo
Yahoo Vida e Estilo
A atriz contou que ser mãe de uma menina negra fez sua visão sobre racismo mudar (Reprodução/ Instagram/ @gio_ewbank)

Mãe da pequena Titi, de 4 anos, Giovanna Ewbank falou sobre a luta que ela e o marido, Bruno Gagliasso, travam contra o racismo desde a adoção da menina, nascida no Malawi, país da África Oriental. Em entrevista à revista “29Horas”, a apresentadora contou que ser mãe transformou sua vida. “A adoção de Titi foi uma experiência transformadora. Hoje tenho outro pensamento em relação à vida. Não reclamo mais de certas coisas e dou valor à saúde, ao amor, à família, muito mais do que eu dava antes”, afirmou ela.

Giovanna Ewbank contou que ser mãe de uma menina negra também mudou sua visão sobre o preconceito racial. “É a missão da nossa vida, que tentamos levar para as pessoas que não enxergam. A gente sempre soube que o racismo existia, mas não tínhamos a dimensão da crueldade que é o dia a dia do racismo. Só fomos saber quando viramos pais de uma criança negra, quando tomamos isso para nós. Quando você tem alguém próximo que sofre com esse crime, você começa a entender o quão pesado e presente é o racismo. A gente tenta mostrar como o racismo é uma questão de todos, não só dos negros, é de todo mundo”, explicou a apresentadora.

Leia mais:
Claudia Rodrigues vence ação contra Globo e volta para a emissora
Ticiane Pinheiro faz festa para gata de estimação e é detonada na web

Sobre a maternidade, Giovanna Ewbank afirmou que se emociona todos os dias. É a melhor coisa da vida. Minha mãe dizia isso e eu não acreditava. O Bruno sempre quis ter filho e eu era meio workaholic, do tipo, ‘agora não é o momento, eu quero trabalhar’. Até que Deus colocou na minha vida a minha filha e eu joguei tudo pro alto, esqueci do trabalho. A única coisa que eu conseguia pensar era em ser mãe. A gente se emociona todos os dias. Ela descobre uma palavra, descobre um sabor, descobre um sentimento. Às vezes ela fala alguma coisa e eu e o Bruno nos olhamos e começamos a chorar de emoção, do lindo que é ver uma criança crescer e descobrir o mundo“, disse ela.

10 Reações

Leia também