Update privacy choices
Vida E Estilo

Alec Baldwin volta atrás e diz que não será pai do Batman em 'Coringa'

Diego Olivares
Yahoo Vida e Estilo
O ator em cena de ‘Para Roma, Com Amor’ (Imagem: divulgação Paris Filmes)

Alec Baldwin não estará mais no filme solo do Coringa. Apesar da notícia ter sido divulgada no começo dessa semana, o ator negou que fará participação como o Thomas Wayne, o pai de Bruce Wayne (Batman) no longa que contará a origem do vilão mais famoso de Gotham City.

“Deixe-me esclarecer, de forma oficial, que não fui contratado para um papel no filme dirigido por Todd Phillips ‘Coringa’ como uma paródia de Donald Trump. Isto não vai acontecer”, escreveu Baldwin em sua conta no Twitter na tarde da última quarta-feira. Ele reforçou a informação em entrevista ao jornal USA Today, alegando “conflitos de agenda” como o motivo principal para sua saída do projeto. “Tenho certeza que há 25 caras que podem interpretar este papel”, acrescentou.

Ao contrário da imagem clássica dos quadrinhos, onde Thomas Wayne é um bilionário gentil e envolvido com causas beneficentes, o retrato que o novo filme fará do personagem parece ser bem diferente. Segundo o The Hollywood Reporter, o Wayne mostrado em ‘Coringa’  é “um empresário brega e bronzeado nos moldes de Donald Trump dos anos 80”.

Alec Baldwin é um dos mais ferrenhos críticos ao governo de Trump nos EUA. O ator interpreta uma versão satírica do presidente norte-americano no programa ‘Saturday Night Live’.

Joaquin Phoenix interpreta o Coringa no longa, que ainda tem no elenco Robert De Niro. A direção é de Todd Phillips (da trilogia ‘Se Beber, Não Case’) e a produção é de Martin Scorsese, cujas obras-primas ‘Taxi Driver’ e ‘Caminhos Perigosos’ são apontadas como inspiração para o tom da história, que se passa nos anos 80.

A estreia está marcada para outubro de 2019.

Reações

Leia também