‘American Music Awards’ continua produção, mesmo após casos de Covid-19 na equipe

Ana Luiza Aragão
·1 minuto de leitura
A data da premiação permanece a mesma: domingo, 22 (Reprodução)
(Reprodução)

Com exclusividade para a Deadline, um porta-voz da Dick Clark Productions, empresa responsável pela organização da premiação American Music Awards, que ocorrerá no domingo (22), declarou que membros da produção do evento testaram positivo para Covid-19, e que os organizadores já estão investigando quem foram as pessoas que estiveram próximas aos infectados, para que assim possam tomar medidas de iniciação ao isolamento. Sobre o ocorrido, o porta-voz da Dick Clark informa:

“O American Music Awards tem diretrizes e protocolos de segurança COVID-19 rigorosos, aprovados pelos sindicatos e com orientação do Departamento de Saúde Pública do Condado de Los Angeles, que estão além do que é exigido. Durante nossos testes de rotina e processo de integração, menos de um punhado de tripulantes teve resultado positivo. De acordo com nossos rígidos protocolos, após um resultado de teste positivo, esse indivíduo é imediatamente removido da produção, e o rastreamento do contato é realizado. A produção continua com segurança e esperamos um show incrível no próximo domingo.”

 

Até o momento, sabe-se que foram realizados mais de 700 testes entre os artistas e a produção da premiação, e destes 700, apenas quatro membros deram resultado positivo para o Covid-19.

Apresentada por Taraji P. Henson (‘Empire’, ‘Estrelas Além do Tempo’), a premiação ocorrerá no dia 22 de novembro, e terá performances de Dua Lipa, BTS, Shawn Mendes, Bad Bunny com Jhay Cortez, Lil Baby, Megan Thee Stallion, Jennifer Lopez e Maluma, Billie Eilish e Katy Perry.