Amber Heard nega que tenha sido cortada de "Aquaman 2"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Amber Heard no tribunal em processo movido por Johnny Depp
Amber Heard no tribunal em processo movido por Johnny Depp. Foto: EVELYN HOCKSTEIN/POOL/AFP via Getty Images

Resumo da notícia:

  • Amber Heard desmente corte de participação em "Aquaman 2"

  • De acordo com Just Jared, a atriz seria substituída no novo longa

  • No entanto, ela alegou que o anúncio é "impreciso e insano"

Embora o portal Just Jared tenha divulgado que Amber Heard seria substituída em "Aquaman 2" após um teste da primeira versão do filme, a atriz desmente que tenha sido cortada da produção. De acordo com o TMZ, ela afirma que a notícia não passa de um rumor “impreciso, insensível e levemente insano”.

Segundo o primeiro portal, a Warner Bros. iria fazer refilmagens com Jason Momoa e Nicole Kidman para o novo longa além de uma nova atriz ser escolhida para interpretar Mera, personagem de Heard, em próximos projetos da DC.

Vale lembrar que os rumores sobre o cancelamento da participação de Heard na sequência vem ocorrendo desde o início de abril, quando o julgamento do processo de Johnny Depp contra a ex-esposa por difamação começou.

Inclusive, a hashtag "#boycottaquaman2" foi levantada por fãs de Johnny Depp para pressionar o estúdio do filme a cortar todas as cenas de Heard da edição. No entanto, o produtor Peter Safran chegou a divulgar um comunicado em que defendia a permanência da atriz no longa.

Veredito final

Em julgamento no Tribunal do Condado de Fairfax, no Estado norte-americano da Virgínia, o júri considerou que Amber Heard difamou o ex-marido Johnny Depp em texto opinativo, publicado por ela em dezembro de 2018, no qual a atriz fez uma declaração sobre abusos domésticos.

Depois de vencer a batalha judicial, Johnny Depp receberá da ex-companheira mais de 10 milhões de dólares - R$ 48 milhões na cotação atual. Por sua vez, o astro também indenizará a famosa em 2 milhões de dólares - quase R$ 10 milhões.

Entenda o polêmico caso de Johnny Depp e Amber Heard

Johnny Depp processou Amber Heard por difamação em um processo de US$ 50 milhões. A ação foi motivada por um artigo que ela escreveu para o "The Washington Post" em 2018, no qual se descreveu como uma "figura pública que representa abuso doméstico".

Embora Depp não tenha sido citado no artigo, o astro afirmou que isso lhe custou papéis lucrativos no cinema. Heard, então, contra-processou o ex-marido, com um pedido de US$ 100 milhões por causa das declarações que o advogado dele fez sobre suas alegações de abuso.

O casal se conheceu em 2011 enquanto filmava "Diário de um Jornalista Bêbado", e se casou em 2015. O divórcio foi finalizado cerca de dois anos depois.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos