Angelina Jolie enaltece 'força' e 'resiliência' das mulheres afegãs

Angelina Jolie enaltece 'força' e 'resiliência' das mulheres afegãs credit:Bang Showbiz
Angelina Jolie enaltece 'força' e 'resiliência' das mulheres afegãs credit:Bang Showbiz

Angelina Jolie elogiou a "força" e a "resiliência" das mulheres afegãs.

A atriz e humanitária, 47, se pronunciou um ano depois das tropas americanas se retirarem do Afeganistão e do Talibã tomar o controle do país. Ela saudou as mulheres pela sua luta durante o horror e a adversidade.

"As filhas do Afeganistão são extraordinárias por sua força, resiliência e desenvoltura," a atriz disse, escrevendo para a revista TIME.

A estrela de 'Eternals' mencionou o tratamento das mulheres no país, incluindo espancamentos públicos, sequestros, prisões políticas e casamentos forçados.

"Apesar dos perigos, a maior resistência à reversão dos direitos das mulheres no Afeganistão não veio de potências estrangeiras, mas das próprias mulheres afegãs, que foram para as ruas," ela acrescentou.

Angelina condenou a forma como o avanço das mulheres afegãs nas últimas duas décadas foi "revertido com uma velocidade inimaginável."

"De um dia para o outro, elas e 14 milhões de outras mulheres e meninas afegãs perderam o direito de ir ao ensino médio ou à universidade, o direito ao trabalho e a liberdade de movimento," ela escreveu.

A atriz de 'Malévola' também criticou os Estados Unidos e seus aliados por tomarem a decisão de se retirar, rotulando-o como "o pior passo possível" enquanto envia uma mensagem de esperança de que a situação atual não é "o capítulo final".

"Houve muitos capítulos na história do Afeganistão e muitos momentos sombrios. Este é, sem dúvida, um deles. Mas tenho certeza de que não é o capítulo final," ela continuou. "O sonho de um Afeganistão pluralista e aberto, construído sobre esforços iguais e vozes livres de todo o seu povo, pode parecer - e é na realidade - uma esperança distante. Mas sei que é possível. Isso não termina aqui."

A estrela de Hollywood teve um momento emocionante em sua vida pessoal na semana passada, quando deixou sua filha Zahara, de 17 anos, na faculdade Spelman, em Atlanta, Geórgia.

Em um vídeo postado online, a presidente da escola, Dra. Helene Gayle, perguntou a Angelina como ela se sente por ser mãe de uma aluna da Spelman e a atriz respondeu: "Vou começar a chorar! Ainda não comecei a chorar... Estou me segurando..."