Amado por alunos, acadêmicos e escritores há 450 anos, pub de Oxford sucumbe à Covid

Gerhard Mey e Eddie Keogh
·2 minuto de leitura
Pub Lamb and Flag em Oxford

Por Gerhard Mey e Eddie Keogh

OXFORD, Inglaterra (Reuters) - Um pub histórico no centro de Oxford que serve alunos, acadêmicos e grandes escritores há mais de 450 anos fechará as portas este mês, como resultado dos impactos da pandemia de Covid-19.

O Lamb and Flag, frequentado por nomes como J.R.R. Tolkien, autor de "O Senhor dos Anéis", e seu amigo C.S. Lewis, que escreveu "As Crônicas de Nárnia", sofreu uma perda de renda desastrosa desde o início da pandemia.

O pub abriu em 1566 e foi transferido para sua localização atual de St. Giles, uma via pública ampla no centro da cidade, em 1613. Ele é propriedade do St John's College, uma das 45 faculdades e salões particulares que compõem a Universidade de Oxford.

"O Lamb and Flag, como muitos outros negócios da indústria de hospitalidade, foi atingido duramente pela pandemia", disse Steve Elston, vice-tesoureiro de St John's, em um comunicado que anunciou o fechamento do pub no dia 31 de janeiro.

"As cifras comerciais dos últimos 12 meses revelaram que o pub não é financeiramente viável atualmente".

A Inglaterra ficou em lockdown durante a maior parte de março, abril, maio e junho do ano passado, e novamente em novembro, e está sujeita a seu terceiro lockdown nacional desde 5 de janeiro. A vida universitária foi seriamente afetada mesmo nos intervalos dos lockdowns oficiais.

Dave Richardson, da filial de Oxford da Campanha pela Verdadeira Cerveja, disse que o Lamb and Flag é um dos pubs mais tradicionais da cidade e que seria uma tragédia vê-lo desaparecer.

"Ele não tem TV, não tem jukebox, não tem música. É um lugar onde as pessoas vão para conversar umas com as outras, para desfrutar do ambiente tradicional e histórico. Gerações de pessoas fizeram isso, estudantes, moradores, pessoas de longe", contou.

(Por Gerhard Mey e Eddie Keogh em Oxford e Estelle Shirbon em Londres)