Alvo de haters, "Marighella" é elogiado pela crítica internacional

·3 min de leitura
(Imagem: divulgação Paris Filmes)
Seu Jorge e Wagner Moura sentados lado a lado no set de "Marighella" (Imagem: divulgação Paris Filmes)

Resumo da notícia:

  • "Marighella", filme de Wagner Moura, tem sido alvo de uma campanha difamatória no IMDB

  • O longa ainda não estreou nos cinemas brasileiros e tem recebido milhares de notas baixas no site

  • Apesar dos haters, longa brasileiro tem sido elogiado pela crítica internacional

Como esperado, o longa "Marighella", de Wagner Moura, não escapou da fúria dos haters. Antes mesmo da sua estreia em território brasileiro, marcada para 4 de novembro deste ano, o longa tem recebido milhares de notas baixas no IMDB, fazendo com que a sua avaliação geral hoje seja de 3.6 (de 10 possíveis).

Não é preciso investigar muito para saber que se trata de uma campanha difamatória contra o longa sobre a história de Marighella, poeta e político que se tornou guerrilheiro durante a ditadura militar do Brasil após ter o seu mandato de deputado cassado. O site agregador de notas já recebeu mais de 46 mil avaliações - um número excessivo para uma obra que sequer fez a sua estreia oficial.

Leia também:

Esse tipo de campanha se tornou comum no IMDB nos últimos anos. Movimentos de extrema direita fizeram o mesmo com longas como "Capitã Marvel" ( 2019 ), "Star Wars: Os últimos Jedi" ( 2017 ), "Caça-Fantasmas" ( 2016 ) e "Pantera Negra" ( 2018 ) - enquanto os três primeiros incomodaram por terem protagonistas femininas, o último longa sofreu de forma descarada com racismo.

No caso de "Marighella", o retrato de um homem negro, abertamente comunista, que ousou desafiar o governo militar incomoda triplamente direitistas e, principalmente, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Em 2019, um dos filhos do político sem partido, Carlos Bolsonaro, chegou a comemorar no Twitter a notícia que a Ancine (Agência Nacional de Cinema), havia negado recursos ao longa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Procurado pelo Uol, Wagner Moura se manifestou sobre o assunto. "A repetição desse ataque desesperado ao filme é significativa do que tenho dito. Ela diz mais sobre o estado das coisas no Brasil, do que sobre o filme que fizemos. Gosto do fato de o filme incomodá-los ao ponto deles organizarem suas milícias digitais para dar notas baixas a uma produção que ainda não estreou. Mas, claro, sobretudo lamento termos que passar por isso. Da última vez o IMDB entendeu o que estava acontecendo e derrubou a ação dos robôs da milícia. Espero que o façam de novo", disse o diretor.

Boa recepção entre os críticos

Afinal, teremos 'Marighella' no Brasil? (Foto: Reprodução/IMDB)
Seu Jorge segura uma criança no colo em cena de "Marighella" (Foto: Reprodução/IMDB)

Quem procura uma opinião confiável sobre o longa estrelado por Seu Jorge pode consultar alguns veículos internacionais. O filme de Wagner Moura teve a sua primeira exibição em 15 de fevereiro de 2019 no Festival Internacional de Berlim, onde recebeu aplausos.

“O roteiro abre espaço para a sagacidade, assim como para um debate ideológico substancial, entregue em balas nítidas de diálogo por um elenco uniformemente sólido", escreve a crítica Devika Girish no New York Times.

Outro texto elogioso é o de Jay Weissberg no site Variety: "Marighella não está interessado em falar sobre ética, preferindo um retrato carregado de testosterona da insurreição armada como um caminho glorioso para o martírio".

Por fim, o Hollywood Reporter também destaca o elenco dirigido por Wagner Moura. "Marighella funciona bem. Uma estreia emocionante e altamente segura, com um elenco incrível em seu coração", diz o crítico Stephen Dalton.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos