Alok desabafa sobre depressão: "Ninguém entendia"

Foto: Reprodução/Globo

Muitos famosos estão falando sobre depressão durante o Setembro Amarelo, uma campanha contra o suicídio. Nesta quinta-feira (26) foi a vez de Alok abrir o coração e contar que já sofreu com a doença. O DJ participou do programa de Fátima Bernardes e contou durante a atração teve sua primeira crise aos 12 anos de idade.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

“Falava que tinha depressão e ninguém entendia. Era uma coisa muito recente, as pessoas achavam que era vitimismo. Não conseguia explicar. É como explicar o gosto do amargo para alguém que nunca provou. Só quem passa sente”, disse ele.

Leia também:

A partir de sua experiência, o músico aconselhou uma mulher da plateia. No quadro ‘Tô Querendo Saber’, Lilian falou sobre o filho que sofre com a doença e pediu conselhos a Monja Coen, que também estava entre os convidados. Alok aproveitou a oportunidade para falar sobre o tema.

“O primeiro passo é reconhecer que você tem depressão. Tem que buscar a vida mais plena. Nossa busca por felicidade acaba nos colocando em armadilhas. Depois, você precisa confiar que isso tem cura e vai passar. Só precisa ser forte e entender quais são os gatilhos”, explicou o artista.

Para ajudar a mulher da plateia, Alok falou que ela precisa entender que não é culpada pela doença do filho. “A minha mãe ficou muito triste, muito mal. A minha família inteira. Mas não tinha nada que eles pudessem fazer para me ajudar quando estava com a crise. Era algo que tinha que vir de dentro pra fora”, argumentou.

Fátima Bernardes elogiou Alok pelo depoimento. Rodrigo Simas, que também estava no ‘Encontro’, afirmou que as redes sociais geram muita angústia e ansiedade e estão contribuindo para o aumento dos casos. “Muita gente fica com depressão e não sabe lidar com isso. As pessoas descartam muito. A gente tem de ser mais consistente”, enfatizou.