Aline Hauck comenta discurso de Carlinhos Mendigo sobre o goleiro Bruno

Foto: Reprodução

Aline Hauck procurou a Justiça após ter sido ameaçada pelo ex, Carlinhos Mendigo, na semana passada. O humorista citou o crime cometido pelo goleiro Bruno ao falar dela em um vídeo nas redes sociais. Em entrevista à colunista Fábia Oliveira, do Jornal O Dia, a moça afirmou que é a terceira vez que o humorista a ameaça desta forma. Em outubro do ano passado, inclusive, Aline entrou com o pedido de medida protetiva.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

“Quando vi que ele foi na porta da minha casa em um dia que não estava combinado e vi o descontrole dele, apesar de eu estar acostumada, fiquei extremamente assustada. Preferi sair das minhas redes sociais, me retirei de tudo. Não tenho mais vida social, por enquanto, e não faço absolutamente nada por tentar preservar a mim e ao meu filho. Ele já demonstrou que não tem nada a perder”, disse ela.

Leia também

Aline explicou que o filho ficou sabendo pelos amigos que o pai teria citado o crime cometido pelo goleiro Bruno em um vídeo e por já não ser próximo do pai ficou ainda mais distante. “O pai do meu filho não cumpre a visitação como ela é determinada, de forma regular. Então todos esses anos ele aparecia a cada três, quatro, sete meses. Da última vez ele apareceu depois de um ano completo. Então acabou que o meu filho não criou esse vínculo com ele, que deveria ter sido criado ao longo do tempo”, afirmou.

Na entrevista, Aline também contou que chegou a conversar com Carlinhos para que ele fosse mais presente e até incentivou que jogasse bola com o filho, mas o humorista se recusou. Mesmo com o valor da pensão alimentícia reduzido, Aline revelou que o ex não faz o pagamento. “Não há alienação parental. Há um pai que não conviveu com o filho, não atendeu às necessidades psicológicas, cívicas e alimentares de uma criança e que não criou um vínculo com essa criança”, justificou.