Alessandra Negrini rejeita "peso" dos 50 anos: "Preconceito"

·1 minuto de leitura

Que Alessandra Negrini é linda, todo mundo sabe. Basta vê-la em cena ou admirar as fotos que ela posta em seu perfil no Instagram, com mais de 1 milhão de seguidores. Mas evite falar sobre idade e citá-la como referência de beleza. A atriz diz se incomodar com a surpresa que causa seu meio século de vida, completado em agosto de 2020.

"O que são 50 anos hoje? Acho essa história muito chata. Existe um preconceito grande. Que peso é esse que minha idade tem? 50 anos é jovem, é muito chato isso. A nossa percepção hoje é diferente. Acho que a gente tem que viver o agora. Não dou bola para isso", disse Negrini em entrevista à Kiss FM.

Leia também

Cheia de projetos — ela acaba de estrear o espetáculo on-line 'A Árvore', uma mistura de teatro e cinema —, a atriz conta que enfrenta bem o isolamento social. "Curti ficar comigo mesma e redescobrir a meditação foi uma conquista incrível", diz ela, que passou a maior parte do tempo na companhia de sua filha caçula, Betina, de 16 anos. "Ela é uma grande parceira. Às vezes, a gente se estranha, mas é normal. No geral, tem sido bom".

Alessandra Negrini revelou ainda seu passado como professora, pouco conhecido dos fãs. Antes de estrear na TV na novela 'Olho no Olho' e estourar logo em seguida em 'Engraçadinha', ela precisava se virar em muitas.

"Fazia faculdade de jornalismo de manhã, estudava ciências sociais à tarde e fazia teatro à noite. Como eu tinha morado nos Estados Unidos, comecei a dar aula de inglês para ganhar um dinheirinho. Já dormia de moletom para não ter que acordar e trocar de roupa. Dava aula em banco, para executivos. Acho que eu era um boa professora".